Presente da Academia – tesouros da Warner

casablancawb

De 16 de setembro até 12 de dezembro, a Academy of Motion Pictures Arts and Science (que equivale dizer o OSCAR©
mas não só) estará promovendo uma exposição de fotos que inclui, entre outros, Judy Garland, Humphrey Bogart, James Cagney, Bette Davis, Joan Crawford, Errol Flynn, Olivia de Havilland, Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor, Marlon Brando, Natalie Wood, Warren Beatty, Vivien Leigh, Steve McQueen, Paul Newman, Barbra Streisand, Robert Redford, Jane Fonda, Keanu Reeves, Brad Pitt, Denzel Washington, Heath Ledger, e a turma do “Harry Potter” . Ou seja, quase tudo do que quase todos… adoram.
Fotografias raríssimas da minha querida Marilyn Monroe e outras idem, de James Dean tanto nos filmes quanto as que ele mesmo tirou quando estava começando uma carreira paralela de fotógrafo.
Oitenta e cinco anos de produção da Warner Brothers que podem ser vistas por todos. E o que é melhor, grátis. Basta estar em Hollywood, for sure.

Você pode conferir aqui:

Na foto acima, Arthur Edeson registra a famosa cena do adeus, no aeroporto. Bogart e Bergman.

via Hollywoodianas

Atenção: hoje, Nietzsche chora. (Updated)

katheryn_winnick2.jpg
A lindona aí de cima é  a Katherine Winnick. Agora..hohoho, vejam-na  abaixo em trajes de época e pensem  em Lou Andreas-Salome que era fantástca, que o digam Rilke e Freud e …claro, Nietzsche.  

No que diz respeito a adapatação de livros para filmes (mais que natural, pois um livro não deixa de ser um script para qualquer coisa) tenho uma resposta quase invariável:
Por favor, livro é livro e filme é filme.
Não entendo como alguém pode pode dizer.  “Vi o filme mas gosto mais do livro…”  a mim parece que é como dizer: comi boas maçãs mas ouvir música é melhor. (enia! essa foi mal, reconheço).
E ela foi convidada, IMSHO, por um caso sério de miscasting para a adaptação de um livro que não ousei ler Quando Nietzsche chorou.
WHEN NIETZSCHE WEPT – que levará hoje no Telecine Premium – às 22 h
Direção:Pinchas Perry.
Elenco: Katheryn Winnick é Lou Andreas-Salomé, Armand Assante é Nietzsche (deixem eu desmaiar 3 vezes) Ben Cross é Zarastuthra) Michal Yannai, Jamie Elman, Andreas Beckett, Rachel O’Meara Ano: 2007
Baseado no livro homônimo: Quando Nietzsche chorou, best-seller, do terapeuta Irvin Yalom
*******************************************
Só por maldade – dêem uma olhadinha aqui: Livros que mudaram a minha vida (*)
*****-=-=-=-=-=-*******
LOU ANDREAS-SALOMÉ!
kw_wnw.jpg
Agora reparem: essa moça que, não nego, é uma das mais lindas atrizes surgidas nos últimos tempo me faz o *part* de Lou Andreas-Salomé. Que Deus nos livre e guarde, tomara que ela faça bem, mas…. acho que …
********
wnw_bertha_myannai.jpg
E a esta não menos linda, Michal Yannai, um pouco menos linda, vá, lá, chacun à son goût, n’est-ce pas? coube a *part* de Berthe, a histérica tratada por Breuer.
Há aqui uma interessante (e dubitativa) análise do filme na Wikipédia -Quando Nietzscehe Chorou .
*********
Mas falando nisso, você leu o livro? Gostou? Não gostou? Por que? Ah Conta pra mim, conta?
(Palpi, esse repost é seu. Et pour cause;-)))


 

divisor.gif

Peço imensas desculpas, mas meus posts  estão praticamente sendo todos re-publicados. Com exceção deste, de blogs antigos, como o Sub Rosa 1-  http://meguimaraes.com
Enquanto não volto a posts originais, não deixem de ler o melhor blog de cinema of the  entire world que é o da Fer Guimaraes Rosa e Moacir Moreira Gomes – o Cinefilia e os post ferinamente  deliciosos , inteligentes e instigantes do  Rafael Galvão. Eta! cara bão de blog, como dizemos cá em casa;-). Sente só,  este aqui.

divisor.gif

Aaaaahhhh!

E não deixem de ler (*pobrema de quem não for ;-))) a nossa Rainha Fallmark!  

Imodéstia à parte, ou modéstia às favas,   euzinha estou lá citada. Em código, claro. E adoro;-))) 

divisor.gif

Aaaaaahhhh2 -“Hoje é o dia mundial da literatura infantil e juvenil, aniversário de 203 anos de Hans Christian Andersen.

O artista Chakrabhand Posayakrit foi encarregado de desenhar o poster oficial. ”

Obrigada, minha linda Cat:-0)

divisor.gif
Estejam  cientes.
Realmente fazer blog quando se tem amigos é mesmo…. Um imenso cordão.

CHARLOT – 30 anos sem…

charlot.jpg

Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.
Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade.
Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura.
Sem essas virtudes, a vida será de violência
e tudo será perdido.

Charles Spencer Chaplin

(16 abril 1889-25 dezembro 1977)