PAINTING & MUSIC – CROSSOVER: Robert Black, Ige D’Aquino, Cláudio Boczon

Absolutamente imperdível:

Performance no Conservatório e no site USTREAM.tv

Performance no Conservatório de Tatuí e no site USTREAM.tv

Ai de quem não assistir!;-) Eu estou de olho em vocês!;-)
Eles são a vanguarda da vanguarda, the cream of the crop da artes.
No site da USTREAM – (AQUI) você se “matricula”;-) e faz login para assistir, certo?

Olhem só:
O contrabaixista (double bass) americano Robert Black e o famoso e reconhecido artista plástico brasileiro Ige D´Aquino fazem performance inédita no Brasil:

Música e pintura, duas importantes vertentes da arte, executadas simultaneamente num mesmo palco.

Com essa proposta inovadora, o contrabaixista americano Robert Black e o artista plástico brasileiro Ige D´Aquino apresentam-se no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório de Tatuí, a 130km de São Paulo, no dia 26 de julho a partir das 20h30.
A performance de música e pintura, denominada “Painting Music – Crossover Performance Multimidia”, já foi executada na Europa e Estados Unidos e promete surpreender os espectadores.
Também participará da performance o artista plástico curitibano Claudio Boczon. (o bonitão de óculos) :-)
A ação também será realizada nas cidades de Itu e Campinas, também no interior de São Paulo.
Em “Painting Music”, artistas que dominam diferentes linguagens da arte contemporânea fazem apresentação única. Enquanto Robert Black executa música atonal em seu contrabaixo acústico, o artista plástico Ige D’Aquino pinta sobre telas amplificadas (microfones minúsculos são fixados atrás das telas) – há, ainda, envolvimento de Claudio Boczon conectado à tela, com sintetizador que constrói uma base musical para o artista plástico e o contrabaixista trabalharem.
Segundo Ige D´Aquino, um artista sofre a interação com o outro, resultando numa catarse: o músico utiliza pedais eletrificados para prolongar a sonoridade de seu baixo com o arco enquanto o pintor utiliza-se dos pincéis e espátulas sobre as telas indicando uma percussão na tentativa de acompanhar o músico.
“Ao término da performance, Robert Black e Claudio Boczon interferem na tela com seus cabelos pintados ou ‘chicoteando’ as telas com o arco ou arremessando o corpo contra as telas ou… como foi dito, é improviso, tampouco os artistas sabem o resultado final”, afirma Ige D´Aquino.
A parceria de D´Aquino e Black já completa 10 anos de atividades no Brasil e no mundo. A participação do artista Claudio Boczon – o bonitão de óculos, é novidade e deverá enriquecer a performance.
A apresentação tem apoio cultural da Sabesp. A criação coletiva, ao vivo, resultará numa obra de arte que será doada ao Conservatório de Tatuí.
RESSALTE-SE que em Tatuí a iniciativa terá caráter filantrópico: os 437 ingressos disponíveis serão trocados por alimentos não-perecíveis que, posteriormente, serão doados ao Fundo Social de Solidariedade.
********

Clique em ” more” que você terá uma mini-bio de cada um dos três artistas que nos privilegiam com sua performance, OK?

Leia mais deste post

Presentes galore: Caetano in progress e Marc Chagall

.

Sinceramente, queridos,  peço desculpas pelo post , ruim demais para um conteúdo maravilhoso.
Mas, como eu já notei que meus leitores diminuíram terrivelmente ( o que que se vai fazer? tudo bem… mentira, tudo mal, seus batráquios magros e ingratos pisc*** ) então os 4 ou 5 remanescentes vão me perdoar.

A picture, claro é  O Aniversário; de Marc Chagall, e está sendo postado, exatamente no dia do aniversário de … (Vitebsk, Bielorrússia, 7 de julho de 1887 — Saint-Paul-de-Vence, França, 28 de março de 1985) Marc Chagall, ora…
Prometo  – talvez – amanhã , falar um pouco sobre ele, o que acho desnecessário.

♣ ♣ ♣ ♣ ♣

A outra parte do post é um dos presentes que recebi. Este é o de meu Amigo maravilhosíssimo, de *ages* e que me mandou há cerca de  dez dias.
Vi, revi, ouvi, distribuí para amigos, mas não coloquei no blog, que era onde deveria ficar. Eu tinha dúvidas atrozes.
Ou seja: Caetano Veloso (eu achava que alguém estava fazendo por ele, podem verificar os tempos verbais) estava ao mesmo tempo fazendo uma tournée européia, Depois no Rio de Janeiro,  fazendo uma série de shows  e escrevendo um supersupersuperblog chamados OBRA EM PROGRESSO.
O Fausto ainda me perguntou dias depois, e aí, Meg, você leu o que te mandei? e agora respondo: Se li? Imagine se eu deixaria de ler algo que você, o melhor repórter, quem sabe, sabe!;-)) o jornalista sempre o primeiro a saber de tudo – iria me mandar?
Apenas, o estranhamento passou e foi resolvido. Minha intuição, modéstias às favas, ainda está pelo meio, não acabou de vez:_0) . A bem da verdade não é intuição: é uma lição -para mim mesma, que fique bem claro -:  Todo blog deve ser lido ou pelo menos visto  desde o primeiro post.
Mas confesso que fiquei absolutamente fascinada com a homenagem/CAJUÍNA/lágrima nordestina a VIOLETA ARRAES. (***) Ela merece!

Hermano Vianna, (sim, ele mesmo, o antropólogo) autor do  livro imprescindível sobre música popular que é O Mistério do Samba, da Ed. Jorge Zahar  dá a resposta aqui:
Obra em progresso também no mundo digital”

Em tempo  1- o blog começou em junho, mês do meu aniversário, é claro.;-)

Em tempo  2-  Como se fazia antes (usava-se fazer) aquela seção:” Correspondência eletrônica confidencial”

Fausto Rêgo to me
Jun 27 (10 days ago) Reply
Querida

Começo  [….]. Mas hoje mesmo – veja a coincidência – estive de passagem no SubRosa, e estranhei que não houvesse posts recentes. […]

[…] Mando daqui as minhas melhores energias e o meu carinho.

Deixo como alento uma dica para passar horas de olhos e ouvidos bem abertos e coração alegre. Visite www.obraemprogresso.com.br e acompanhe o que um certo baiano anda fazendo. E lhe dou duas referências mais diretas que falam por si:

http://www.obraemprogresso.com.br/?p=49
http://www.obraemprogresso.com.br/?p=24

Fique muito bem. E volte logo.
Um beijo,
Fausto Rêgo
::gentileza::gera::gentileza::
.:.
Unite against human rights abuse in the ‘war on terror’
http://www.unsubscribe-me.org
Amnesty International
.:.
Esse Fausto não é um amor?  Imagina se…;-) Esses é que são os verdadeiros prêmios da nossa vida.
=-=-=-=-=-=-

Obrigada, Fausto. Sempre. A você , à diretora, às meninas felinas e nossa querida chefe de Cast, do grande elenco;-)
Crianças, perdoem-me.  Foi o máximo  e menos pior que consegui fazer.
Agora, se quiserem e puderem, cantem, sem nenhuma vergonha ou embaraço. Ela merece. E quem não gostar…já sabe….;-)))