Professor e seus professores

dia do professor - cosac naiff
clique p/ampliar

Hoje, afinal,  é o Dia do Professor, e como todos sabem  Professor não é só aquele que a gente tem em sala de aula.  Mais importante,  professor também tem os seus professores , durante toda a vida, reconhecendo-os ou não. Sem contar que a ação do professor deve transpor o espaço intramuros da sala de aula e ganhar a Cidade, a Polis (πόλις). Que aqui, além do sentido político mais imediato, significa também, num sentido mais amplo, os mundos –  o universo, aquele em que vivemos (“Dasein) e aquele que nós fazemos, que construímos permanentemente (“Lebenswelt“).
Nesses nove anos de blog, o Sub Rosa, tenho escrito bastante sobre a importância (e até mesmo sobre a ‘desimportância’) dessa e de outras datas. Hoje, porém, tendo em vista o horizonte atual – tão cinzento de desencanto e ações que apequenam o humano em nós, deixo este poema, já que, como todos sabemos, fora da poesia não há salvação.

OS OMBROS SUPORTAM O MUNDO

Chega um tempo em que não se diz mais: meu deus.
Tempo de absoluta deturpação.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho , a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice ?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue,
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam ( os delicados ) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.

Carlos Drummond de Andrade.Sentimento do Mundo In: Poesia Completa.

=-=-=-=-=-=

E -também oportuno -um texto, uma denúncia de um fato emblemático e que não se pode deixar de levar em conta.

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

7 Responses to Professor e seus professores

  1. Marcus Pessoa disse:

    Feliz Dia do Professor.

  2. marilia disse:

    Meg.
    Meus muitos mestres terão sempre a minha gratidão.
    Agradeço-lhes sempre pela generosidade. E por ajudar a ver o mundo mais bonito. Ou a tentar melhorá-lo quando o vejo mais feio.
    Vc é uma dessas pessoas.

    beijos

    marilia

  3. Meg , eu me pergunto sempre: por que ninguém quer ser professor?
    Nenhum dos alunos que eu treino querem ser professores.
    A carreira não é boa. Professor universitário tem um refresco melhor. Os outros…
    … Mas então diz você sobre a importância dos professores, isso q vc expôs é tão bonito.
    Bonito é…mas….

    Feliz dia dos Professores!

  4. Tereza disse:

    Feliz Dia do Professor, Meg!
    O que eu quero ver é o Brasil levar a sério a educação.
    Gostei muito do seu post.
    Beijos.

  5. Magaly disse:

    Professora Maria Elisa Guimarães, cumprimento-a com louvor e respeito, você que tão bem soube dignificar sua profissão.
    Meg, minha amiga, você sabe dizer coisas que emocionam, encaixar o poema exato na ocasião certa e o texto/ depoimento necessário e urgente na hora justa.
    A extensão do problema é alarmante e as chances de eliminá-lo um dia, remotas.
    Foram-se os dias em que o problema de abraçarmos o magistério era só o salário baixo e a contingência de aprisionarmos um número grande horas em aulas particulares . Mas me lembro da satisfação com que nos expúnhamos a esta situação por idealismo, por amor. No meu caso, como era muito jovem e dava aula a jovens, a simbiose era perfeita.
    Que os governantes se conscientizem e passem a encarar o binômio educação / saúde como irrestrita prioridade.

  6. Meg, devíamos – eu, mais sei lá quem – criar uma estrutura à parte do governo.

    Se fizermos escolas livres e voltadas ensinar um conteúdo novo…Se essas escolas funcionassem nos períodos extra escola oficial….Acho que o país mudaria. Porque os pais gostariam de mandar os filhos p esses núcleos.
    O problema é a remuneração dos professores. Que fosse mínima, mas que fosse. Empresários deviam investir nisso.
    Só professor da pesada daria aula nesses lugares e formariam outros professores…
    Isso seria uma revolução. Mas os professores precisariam comer, usar roupa…morar. Que morassem nessas escolas…Nem ligassem muito p acumular dinheiro… mas p sobreviver com a tal dignidade.
    Daria certo. Vou fundar essa escola. Preciso de umas dez pessoas destemidas.
    Procura-se.

  7. Allan disse:

    Professora Meg,
    Eu acho que a profissão de professor é uma das mais gratificantes e das mais difíceis. Tenho certeza de que você ensinou um bocado de gente que hoje é importante, graças ao que aprendeu com você.

    Eu costumo dizer que um professor é alguém capaz de ensinar o que uma outra pessoa está disposta a aprender. E de ir além, ensinando o que o outro não esperava aprender.

    Feliz Dia do Professor. Todos os dias! :)

%d blogueiros gostam disto: