Adoniran Barbosa- 100 anos – Dois especiais

Continuando as comemorações pelo centenário de Adoniran (clique para conferir a rica programação)  dois presentes especiais:

100 anos de Adoniran Barbosa

Aqui você navega pelos bairros de São Paulo cantados pelo compositor .   Além de lindo e comovente, pode crer, você terá muitas surpresas. Mesmo que vc seja paulistano e grande conhecedor de música.  De quebra, você fica conhecendo o drama já esquecido, mas sempre relembrado, do crescimento urbano-industrial (ai, meu Deus, esse hífen) da São Paulo dos anos 50. Lá, vc clica nos nomes dos bairros.

=-=-=-=

O segundo presente, pode acreditar,  é mágico:

O grande  Omar Jubran –  responsável  pela produção e execução do projeto “Noël pela primeira vez” – fez homenagem também  especial para Adoniran. Ele produz e apresenta o programa Olhar Brasileiro desde 2006.

Confira aqui:

OLHAR BRASILEIRO – Adoniran Barbosa.

-=-=-

Uma observação:

Como todos sabem , em 2010 também se comemora o centenário de Noel Rosa. Em dezembro.

Deliciem-se. Aproveitem.

9132239155

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

9 Responses to Adoniran Barbosa- 100 anos – Dois especiais

  1. rose disse:

    A radio Usp hein? Super!

    Para uma senhora ocupada como eu,sem tempo sequer de baixar músicas ou fantasmas, a radio usp é tudo.

    Beijos

  2. Allan disse:

    Carioca que sou, gosto de um samba. Mas tem que ser um samba bom, nada dessas novidades que enchem os bolsos dos “pagodeiros” de hoje. Adoniran era um sambista paulista. E dos bons. Retratava como ninguém o cotidiano da gente simples que construiu a cidade, poético como ele só. Vez ou outra aparecia lá em casa para um café e eu me maravilhava com aquela calma e paciência dele tamborilando os dedos na mesa. :)

    • sub rosa disse:

      Uquêêêê???!!!!!
      Allan, vc quer dizer que o Adoniran ia à sua casa tipo assim flesh and blood?
      Juuuura???!!!!
      Minha nossa! Conte isso direito? quem mais ia? vc devia ser ou criancinha ou recém nascido, certo?
      pelamordideus, faça um post sobre isso, afinal o centenário é comemorado o ano todo de 2010.
      Mas, é o que eu digo, todo dia uma descoberta nova que se faz.
      beijos respeitosos e admirativos:-)

      • sub rosa disse:

        ah1 sim e por falar em samba bom, mpb “da mais altissíssima” qualidade, procure conhecer Marcos Sacramento. Simplesmente indescritível, exageros à parte.
        bj

  3. rose disse:

    Adoniran tem a cara de São Paulo, mas vai além. Eu frequentei o Bixiga muito tempo ( quando jovem) e acho que o bairro é o Adoniran. O além é por conta do retrato do cotidiano daq descendentes de italianos, o além é pelo fato de as cançoes tratarem de sentimentos universais.
    Enfim, o Adoniran era o máximo vivo. E continua. Vivo e engraçado.
    Qdo criança eu via o Adoniran naTV Record fazendo figuração em programas humorísticos.

    • sub rosa disse:

      rose, vc disse tudo. vc sabia que o antonio cândido (nem sei se vc *gosta* dele) escreveu sobre adonirane disse isso de que vc fala, entre outras coisas, que ele não falava uma língua ítalo caipira, mas que falava *a respeito* dessas pessoas que vieram para construir, modernizar a cidade (o saudosa maloca é um grande exemplo disso: a demolição) e conseguia dizer tudo de todos.
      bjs

  4. rose disse:

    Não tinha lido o que A Cândido escreveu sobre Adoniran.

    Antônio Cândido foi um ‘refresco’ nos tempos de PUC quando eu tinha ver os textos pela fresta ( exígua) da semiótica (rs).

    Não me importa o fato de AC ser socialista ou o que for. Eu tenho os livros dele, adoro mesmo.

  5. magaly disse:

    Presentaço, Meg!
    Já estou aproveitando. Obrg, my Lady

%d blogueiros gostam disto: