São Francisco, o Belo. (Updated)

São Francisco de Asis, *o* cara, em matéria de animais

São Francisco de Asis, *o* cara, em matéria de animais

Gente querida, não vim aqui ontem, o que deveria, pois foi dia de São Francisco de Assis e, por via de conseqüência, Dia Mundial dos Animais.

Nenhum problema: A Semana dos Animais continua.
Eu fico meio baratinada  com essa data, (viram, criei agorinha essa gíria) não só porque todos somos animais (quando não se é vegetal) pisc*  mas também porque se eu dissesse “Ah eu adoooro animais” estaria mentindo: odeio mosquitos, pernilongos que, aqui em Belém e no Pará inteiro, atendem pelo belíssimo e sonoro nome de *CARAPANÃ*; e o maior insulto é chamar alguém de barata, ai, que nojo. Mas também não sou do tipo que só gosta de animais lindos, (“você já viu algum felino feio?”) . Na verdade, não gosto de cobras – dizem que elas tem sério problema de imagem hahahah  e *DRAGÃO DE KOMODO, tô fora. O meu lance é outro: eu luto, dentro de meus parcos recursos, luto mesmo e ajudo algumas organizações em favor dos animais abandonados e os em extinção e praticamente todos estão, como os majestosos tigres, ai que maldade, e os adoráveis orangotangos
Isto sem falar nos elefantes, lindos, lindos e sábios.
Acho da MAIOR IGNORÂNCIA e sinto pena de quem diz : pra que falar de animais se há tantas crianças passando fome? Arrrre!  isso é rematado absurdo,  uma coisa não exclui a outra. Muito pelo contrário, uma coisa DEPENDE da outra.(*)

Tenho horror de quem vive dizendo que os pombos (© J. R Birds) são os causadores de todos os males do mundo (outra ignorância e acho que a ignorância pode se tornar a mais requintada forma de maldade.).
Leiiam aqui, se desejarem – concordo que todos os animais transmitem doenças incluindo nós mesmos –.

Então é isso, não quero convencer ninguém a nada, estou fazendo o minimo, minimíssimo, que posso.

E quem realmente se importar, daí o título: Só Para Quem Gosta(r) – pode clicar aqui e aí faz sua escolha.

Enquanto isso, ali na varanda, numa gostosa sacada do meu apartamento, os passarinhos, os bem-te-vis, os suís (lindos) e aaaaaiiiiii, os beija-flores estão se deliciando com tortinhas de frutas (cruas, for sure).

Suí, um dos passarinhos mais lindos do mundo. São travessos, acreditem, e ainda fazem gracinhas. E o canto?

Venha ver, Cat, venha, maninha…? Beijos
Dedico este post à minha amada Vevé, (mãe) da amiga Regina Alves, que sabe como ninguém tratar de animais,  de gatos a passarinhos. Olha que isso não é pouca coisa não…concordam?
Agora, vou sair para votar.  Tssssc…

=-=-=-=-=-=

Chico Buarque –  Passaredo (De Chico e Francis Hime)

Ah! e houve um tempo em que se podia fazer isso. Ouçam Edu Lobo, da peça Arena canta Zumbi.

P.S.: Concordo com e respeito  a cadeia alimentar. Como boa darwinista, acho que todos fazemos parte dela.

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

22 Responses to São Francisco, o Belo. (Updated)

  1. São Francisco era mesmo o cara – pra mim ele sintetiza a idéia de cristianismo.
    Solidariedade que abarca todas as criaturas.
    ;)

  2. Ah, quanto ao devagar quase parando, bom que se diga, é só QUASE… Depois de tanto tempo, acho que blogar se incorporou à minha rotina… Mas confesso que ando meio sem idéias e achando que tudo que eu faço carecia de mais cuidado…
    beijo, querida

  3. sub rosa disse:


    Aaaaaaah bom!
    Isso é que são falas.
    Estive vendo seus arquivos.

    Agora, qurida, como dizia a “secretária” de uma amiga minha: “Não se preocupe, D. Meg, isso são frases”.
    Então,, bloqueio e aparente (sensação de) falta de idéias são frases que vão e vem.

    beijos, minha linda.

  4. denise rangel disse:

    Quando alguém diz que ama os animais, talvez refira-se a alguns deles, pois mosca, barata, rato e afins também o são. Matamos as chamadas “pragas” com tanta naturalidade e nos escandalizamos com a matança das baleias. O ser humano é mesmo muito incoerente. Bem, eu mato as baratas e os pernilongos, confesso, e não gosto de gatos. Mas não compactuo com a tortura a bichos. Inseto não é bicho? Estranho, né.
    beijo, menina

    =-=-=-=-=-=-
    Dezinha querida. Excelente comentário, como sempre. Mas a ambigüidade fica só por conta de que estamos olhando as coisas com a nossa pobre e arrevesada ótica, dita, humana. Nós fazemos separação entre *gente* e *bicho* , o que na verdade é normal fazer, é correto e lógico.
    O problema só começa a existir quando nós achamos que gente é tudo igual e bicho idem.
    E de quebra esquecemos que somos animais também.
    E ainda que diferentemente deles sejamos ao mesmo tempo espectadores e juízes de nossos atos, o bicho que existe em nós é muitas vezes um rato, um cupim ou pior ainda, *uma praga*.
    Quando a gente lembrar que a cultura e a civilização não nos torna superiores, ou pelo menos não nos torna o único ou o mais valioso habitante da Natureza, aí as coisas mudarão.
    Beijos. E quero fazer meu jardim numa das sacadas. Conto com você?
    Meguita

  5. elizabeth disse:

    Meg, o link pro Edu Lobo não está abrindo.
    Passaredo é lindo.

    -=-=-=-=-=-

    Obrigada, querida. O da Omnilândia também estava errado
    bj

  6. regina disse:

    Mana, Vevé manda agradecer o post.
    Aqui temos muitos suís dos verdes e azuis. As pipiras estão sumidas.
    bjs
    Tchau
    Regina
    =-=-=-=-==
    Oi, mana querida
    Não tenho aqui nenhum dos azuis :-) snifff! e estão surgindo umas espécies (eles – parece que transmitem , conversam entre si, dizem “onde é a boa” ) e a cada dia vêm mais todos da cor do suizinho retratado.
    Agora , mana, fala para Grande Maestra se ela conhece o pássaro tentém ou como lá se escreva.

    E eles mandam dizer que tenho que comer muita farinha pra chegar aos pés dela.;-)
    Como eles sabem? Ora!!!! Ora!!! ;-0
    Beijos pra Pri também.

  7. Curioso é que estudei em colégio de franciscanos alemães e sempre tinha esta história do São Chico com os passarinhos, bichinhos e quetais; e quando do safári barroco nas Geraes, o santo de Assis que aparece é o das chagas, do memento mori…

    …e pegando o gancho no comentário da Denise, há tempos um parente me saiu com essa:

    “eu é que não vou desonrar a memória dos meus antepassados, que se f*d%r#m caçando mamutes lá no leste da Zorópa, permitindo assim que chegássemos ao topo da cadeia alimentar para agora ficar defendendo bichinho fofinho.”

    não é minha opinião, mas um ponto de vista e tanto, pois não?

    Hahahahahah!!!!!!
    Hahahahahahahahahaha
    Hahahahahahahah

    Bom, Claudio, agora sério:
    Lê a wikipédia , (link lá no post) é tipo Santo Antônio de Lisboa e Santo Antônio de Pádua = são os mesmos. Os topônimos são diferentes, mas o Toninho por exemplo, nasceu em Lisboa, mas morreu em Pádua. Eles viajavam, sabia;-))
    Chiquinho, a mesma coisa: o caso é que nasceu em Assis. Passou por vários lugares e na sua biografia, ele realmente, uma hora lá pediu para ter umas chagas de Cristo, juro. E fez até um sermão aos peixes, juro! PÁSSAROS, melhor dizendo.

    E mais: aquela oração do “É dando que se recebe” – a Oração da Paz, não é de autoria de S. Francisco. Tá tudinho lá.
    Viu, Marília, eu não disse que estava preparando uma hagiografia, e um pouco de Hagiologia?

    =-=-=-=-=-=
    Agora essa do seu parente (estou achando que é sua) tem sua razão de ser) Afinal muita gente já morreu por causa de escorpião , e naja negra etc e tal.
    Tá certo.
    Não se pode ficar dando sopa.
    Hahahahahahah!
    Beijos

  8. marie tourvel disse:

    Gosto de animais em geral, Megleen. Não gosto de barata. Rato? Nunca tive o desprazer de ver um pessoalmente. Mas ver um bichano se espreguiçar ou mesmo um cão olhar com carinha de pedinte é uma coisa linda. Também respeito a cadeia alimentar. ;) Foi votar? Ontem fiquei meio nervosa e fiz um post nervoso. Mas tudo passa, né? Hoje Ella salvou o nervosismo por ontem e pela segunda-feira chuvosa aqui na terra da garoa. :)
    Um grande beijo sempre saudoso.

    ======
    Rararararáraráárárá:
    Marie, vc nunca viu um rato pessoalmente? Ô moça fina!
    Votei, sim!
    E olhe achei seu post simplesmente ma-ra-vi-lho-so!
    A propósito, li um post do grande e querido Jayme Serva e a-do-rei!
    Tente e veja se gosta também.
    Um beijão, queridíssima.

    Ah é verdade, como disse o grande filósofo Nelson Ned;-)

  9. ana vidal disse:

    Ora, Meguita, se S. Francisco tivesse aquela carinha laroca da sua imagem, duvido muito que tivesse virado santo… ;)

    beijinhos

    (sem brincadeira, é um santo de que eu também gosto muito – simplicidade e humildade é o que nos falta, a todos!)

    =-=-=-=-
    Hahahahaha!
    Aniuska… eu só posso imaginar o que seja * carinha laroca*, mas adorei vou usar:-)
    Eu te adoro, miúda.
    Beijos

  10. Olá Meg querida!
    São Francisco…bem é o meu Santo. A vida dele é exemplo, não fala de cor.
    Animais? Gosto muuuito! E eles reconhecem quem gosta deles. Sentido apurado.
    Beijinho

    =-==-=-=-=-==

    Ô Cris, que lindo!
    Beijinho, minha querida.

  11. sub rosa disse:


    Hahahahahahahah!
    HAHAHAH*!
    Huahuahah!

    Eu estou, claro, morrendo de rir. E emocionada.
    A emoção devo dizer é por conta da minha, da nossa GRÃ-MESTRA Vevé! e da minha adorável melhor-amiga, a professora Regina Alves, mandando notícias do apartamento-casa mais lindo e bom de se viver em Belém que é CHEZ VEVÉ! Ah! os doces, os charutinhos e agora, os suís – não tenho aqui os azuis… Régia, 300.000 beijos na Vevé.

    É, pessoal há certos encantos de se viver na Amazônia, perto do sábio Benedito Nunes, o que mora na Travessa da Estrela…

    Mas, porém, however, et pourtant;-) devo dizer – que virei responder a todos daqui a pouco.
    Por agora, estou perdidinha de rir da Ana chamando a cara do *meu* São Francisco de laroca… Ah! e é, mesmo.
    Hahahahahha
    E de que mais? Da Dê e do Claudio Boczon!
    Esse menino não tem jeito
    Hahahahahah

    Concordo plenamente com… o seu parente!!!!
    Cadeia alimentar é um caso muito sério!

    Ele está certíssimo.
    Mas volto pra responder tudo direitinho

    Tô meio atrapalhada com a arrumação de casa.
    Volto.
    Hahahahahha
    Laroca…. essa é que é essa.Beijos

  12. Sílvia disse:

    Se me permite: Oi FRÔ!

    Bom vou falar como qqr um que sou mesma. Adoro seus escritos-comentários. Já vi por aí numa porção de lugar legal.
    São Francisco, esses bichos e uma pessoa tão legal como eles, nasceu nesse dia; amigão mesmo!
    Os felinos são lindos, mas aí existe a gíria “tigrão”? Pois é, não pela idade, mas pelo tipo mesmo, tem muito tigrão de gosto duvidoso po aí.
    Beijos,
    Sibila

    ===========
    Hahahahah!
    Oi Sibila/Silvia, primeiro que tudo, que bom você estar conosco.
    Sinta já como se fosse uma extensão de sua casa.
    Vou confesar pra você, em tamanho dia de eleição eu fazer post sobre animais, soou como alienação etc e tal…
    Mas… quem tá no fogo é pra se molhar como dizia o Vicente Matheus.
    Mas, você levantou uma questão ótima. Ótema, messsssmo!
    Que é justamente essa antropoformização (ui, que palavrão) que as pessoas fazem… Em inglês como todos sabem uma garota que seja uma gata, gatinha ou gatona é chamada de *fox* o que convenhamos, raposas são lindas mesmo..
    Agora, tigrão, eu concordo absolutamente com você.
    Só que às vezes são chamadas assim pelo gosto duvidoso de quem os chama:-)
    Tigresa – o Caetano poetizou…
    E Ursão …também tem seu charme.
    Vai daí que bicho e gente podem ser animais maravilhosos ou….. ;-)))
    Beijos
    Meg.
    Volte sempre.

  13. marilia disse:

    Meguita, vc está afiada com os santos. Espero que eles estejam afiados com vc também.

    Abraços, querida.

    =-=-=-=-=-=
    Minha doutorinha Marília, isso é tudo o que desejo.
    Aliás, que eles estejam mais afiados , cada vez mais, comigo, que preciso tanto e ainda ponho eles no blog. Hohoho. Claro, tudo isso dentro do maior repeito e, mais claro ainda, sem querer *jogar em rosto e carinhas lorocas*.
    Imagine que ainda falta (sempre) Santa Rita, Santa Terezinha ( a quem sempre me dirijo nos momentos de maior brabeza assim: little flower, show me thy power”) e que a *Cat linda* fez um post lindo dela para mim, sem contar com Nossa Senhora da Esperança (é maravilhosa, e OBVIAMENTE, minha Nossa Senhora de Nazaré ( que é nossa protetora e que vai ter agora domingo, dia 12, a sua Festa com a maior procissão do mun-do! que é, segundo meu amadíssimo Milord, o(s) Cílio(s) de Nazaré. ;-))))). Acho que quando conhecer pessoalmente o Lord ele vai se assustar pois vou passar meia hora rindo sem parar…Hahaha!

    E é assim. Tratamos os santos com intimidade (se se tiver a dita cuja) respeitosa, mas numa nice! O Rurunardo SAN só chama Chiquinho. São íntimos Por exemplo eu não chamo Nossa Senhora de Nazaré de Nazica, ou Nazoca que eu não sou boba, mas os mais íntimos se dão a esse luxo. E acho que ela gosta.

    Ou seja estou pretendendo ficar “assim ó” com os santos e tá dando resultado; você não está achando? não estou mais alegrinha???
    Beijos, minha flor
    Meguita

  14. Sibila disse:

    ô, o que umas férias do nada e uma goroba não faz: antropomorfização. No caso, a bem.
    Estou bem aqui, let´s dance
    mió qui nas eleição.
    PS: vou tentar trocar, pôr um codinome.

    -=-=-=-=
    Let’s vamos:-)))
    Fique, digamos… à vontade, quer dizer, mais ou menos…sibilando;-)
    OK?

  15. Cesario disse:

    Pelo que entendi, você é — ou conhece muito bem — Belém. Pode, por favor, me indicar algumas lojas de disco onde possa encontrar a produção local?

    Antecipadamente agradeço

    Cesario

    =-=-=-=
    Maravilha você ter passado, parado e escrito.
    A casa é sua:-)
    Olhe, sim, sim, entendeu bem, sou daqui, passei muitos anos fora de Belém e há pouco voltei para me encontrar com uma das cidades mais bonitas entre as que foi me dado conhecer.
    Quanto a nossa música, de fato, as pessoas se encantam e aí eu adoraria saber como vc teve contato com ela. Minha amiga instrumentista Luciana Rabello ficou extasiada com os “chorões”, mas também temos a música erudita como a de Salomão Habib e o nosso maestro Waldemar Henrique, conhecido internacionalmente.
    No pop, Nilson Chaves, Vital Lima, a própria Fafá, Jane Duboc. Sebastião Tapajós, que é *rei* na Alemanha.
    Enfim , querido, vou escrever para você, pois tudo dependerá do gênero (nem citei a música instrumental como a de Nego Nelson, Biratan Porto e tantos outros.
    Um amigo deste blog ( e espero, meu também;-), o Milton Ribeiro um expert em música escreveu-me um email , após ter ouvido um Cd de músicos paraenses e se confessou encantado.
    Espero que vc também.
    Um abraço

  16. Meg, querida,
    Queria São Francisco aqui na minha rua. Ele apareceria, caminharia um pouco, e os passarinhos, principalmente um sabiá madrugador, que não me deixa dormir, seguiriam atrás dele, pro céu, pra lua, quem sabe pra outra rua, pra onde achassem melhor. E eu sonharia, feliz da minha vida, com os anjos em que não acredito.
    Beijo grande

    =-=-=-=-=-=

    Hahahahahahah!!!!!!
    Lord, milord:
    Eu juro que quando estava lá no Jayme Serva ( aos poucos vou pagando mi nhas dívidas de visitação;-) e vi seus comments felizes lembrei de dizer que o que fizesse vc feliz, fazia igualmente a mim.
    Quando fiz este post, lembrei de exemplificar com um post seu – aquele dos pets de loja, lembra?

    Mas não achei logo e estava meio ressabiada em fazer este post de animais quando há um turbilhão no país inteiro com as surpresas eleitorais.

    Agora, você chega e diz isso.
    É muita coincidência, pois vc deve conhecer um texto do PAULO MENDES CAMPOS, em que ele faz um apanhado de frases e cita um certo Graciliano Ramos que a alturas tantas diz:
    “Que passarinho mais chato esse.!”
    Conhece?
    Puxa, pelo jeito eu diria que você deve ser neto de Graciliano hohoho
    Hahahahahahah!!!!

    Beijos, beijos pra você e para you know very well who;-))))

    Quaquaquaquaá para variar o Hahahahahahah!

  17. ateu dispor disse:

    Não é minha não, Meg.

    O espírito-de-porco-amigo-da-onça é genético.

    Deste Tio Dino Sukita que tem fé demais de que um dia irá chover em minha horta e que uma legião de fãs irá cantar, à beira da histeria:

    “teatch me tiger, how to kiss you…”

    =-=-=-=-=-=
    Hahahahahah!

    O espírito-de-porco amigo-da-onça …
    hahahahahahahaha
    Uma das melhores.
    Nessas horas sinto falta do Guga pra pedir pra ele responder;-)

    Teach me tiger?!!!
    Aaaah! não que seja do meu tempo hohoho, mas eu conheço.
    Cantado pela April Stevens de quem se dizia que tinha “um suéter de angorá na garganta”

    Aê! ar-re-pi-ou!!!!!!!
    Tá vendo só?…angorá;-)
    Beijo

  18. Vivien disse:

    Eu me amarro na História dele, acho a oração tb bastante comovente, uma forma de ver o mundo e as pessoas de maneira mais amorosa e sem julgamentos.
    Eu to tentando….;0)

    ==-=-=-=-=-=-=-=-=
    Vivien!!!!!
    Puxa… Adoro quando você vem aqui.

    Quanto ao seu comentário, simplesmente você disse *T*U*D*O*!!!!!!!

    Quanto à oração, ela foi incorporada até pelos budistas, por todo esse povo ZEN.
    E não era pra menos.
    Realmente, vc disse tudo.
    Eu também tou tentando e muito;0)
    Beijos, querida
    Sou sua fã
    Meguita

  19. Fausto disse:

    Uma pequena bobagem, mas aqui vai: http://www.mma.gov.br/ingles/cgmi/cantoave/canto.html#.

    Não consegui abrir a página em português, o que atrapalha na hora de identificar quem é quem, mas o que importa mesmo é o idioma dos pássaros.

    Beijos!

    =-=-=-=-=-=-=
    Minha Nossa! Fausto do meu coração, estou há bem, bem umas 3 horas, doidinha com esse presentão. Isso é que é presente de CÍRIO!!!!!
    Olhe só, eu tambpem não consegui abrir a brasileira, quer dizer só um pouquinho.
    Mas quando a gente clica nos au, au;-) o link traz o nome dos canoros;-)
    Que riqueza, que maravilha de trabalho. A CIÊNCIA tou court tem mesmo seus encantos franciscanos, se é que me faço entender.

    Gente, corram para esse link que só mesmo o Fausto Rêgo conseguiria pesquisar e “desenncavar”, como se diz aqui.
    Olhem só uns nomes de pásaros que estão por lá:
    Cambaxirra;
    falcão-mateiro-de-olhos brancos- (um nomezão para um passarinho tão pequenininho)
    garrincha da chuva
    joão-corta-pau
    caburê
    bico de brasa
    seriema

    Ai, minha mãezinha de-deus, fiquei doidinha…
    Agora, Fausto e pessoal todo:
    Vocês já imaginaram o TOM JOBIM, (meu São TOM JOBIM) de olho num material desse. Ele ia fazer parceria com o curió…ah se ia…..

    Um beijo, obrigada.
    Tô esperando vocês pro Forum Social Mundial, hein?
    Beijos para diretora, aliás para todo o “grande elenco”.
    nhambu-gualu

  20. Magaly disse:

    Muito bem! Viu a popularidade do Francisco? Botou o Expedito no chinelo! Não é desrespeito, é vontade de esticar seu jeito brincalhão de escrever sobre os mais variados assuntos.
    Mas reconheça , São francisco abafou e você riu um bocado. Bom ver você assim tão mais alegre.
    Adoráveis as músicas. Também, dos dois monstros sagrados da MPB! (Assim penso eu.)
    Respeitar, eu respeito a cadeia alimentar, mas é uma coisa que me choca, é. Não cresci a ponto de perceber essa engrenagem da natureza. Nota vermelha pra mim. Que fazer?
    Também votei, embora não tenha mais obrigação de. Achei que devia ajudar a evitar uma inconveniência.
    Demorei a aparecer. Na verdade, cheuei aqui assim que o post apareceu, mas não tive uma folguinha para escrever logo.
    Tudo com muito sabor de amazônia. Que inveja do seu Suí!
    Beijão desta sua amiga aqui.

    ====
    Hahahahahahahha!!!!!!
    Hahahahahahahah

    Maga! Et tu, Magalys????
    Pois olhe, seu comentário foi dos que mais me fizeram rir, mas isso não é novidade, uma vez que nós duas sempre rimos, rimos, rimos muito, não é? Eu mais que você, que quando me via triste só sossegava quando extraía uma daquelas gargalhadas…. Ai que saudade.
    Hahahahah, mas não tinha pensado nisso, veja você. O Expedito que não vá ficar magoado. Ele deu muito IBOPE (até o Gugala veio:-))
    que aliás está fazendo aniversário de blog!

    Magalyyyyyyyy!!!!!! Não seja snob:-))))
    Todo mundo sabe que vc é bamba em música erudita. E ralmente tem uma sensibiliadade riquíssima e apurada, mas Chico, Tom Jobim, Edu Lobo…tendes dúvida, ó Maga de pouca fé?

    Olhe o suízinho é coisa mais linda e vc precisa ver como a mãe alimenta o filhinho renascido.
    Estou mesmo in the Heaven;-)
    Obrigada, amiga querida, Amiga de sempre e sempre. Adoro você. E quanto!
    Beijos para Laurinha.
    M.

  21. Ah, eu gosto de anfíbios e répteis… hehehe! Um dia criarei sapos (ou rãs ou pererecas). E eles hão de comer os carapanãs da minha casa.
    Por enquanto, me divirto com os sabiás sorrateiros que tomam banho na vasilha de água da minha cadela “boca-moca” que nada percebe.
    Já criei muçuns quando criança. Mas são peixes, sim, seu sei. ;o)
    Um beijo.

    =-=-=-=-=-=-=-=-=
    Elis, minha flor, minha querida, eu nem acredito!!!!
    Que bom, que bom, e quanta saudade.
    Olhe, agora domingo é o Círio. Na terça-feira sai daqui a minha versão da sua *Imigração japonesa” (hahahaha) que coisa linda)

    Ô Elis, vem pra cá meu amor, vem!
    Olhe eu respondi à enquete da sua amiga cientista.

    E vou assim que puder , o mais rápido possível, escrever ou ligar para você.

    Bom, tem o muçum (mussum) e o muçuã. Do primeiro eu não sou muito fã;-), mas muçuã…ô ô!
    E faço a maior confusão com os anfíbios mesmo: não os distingo dos répteis. Mas esse negócio de jacará, e crocodilianos em geral eu tô fora. Tão fora mesmo, acho eles desalmados e sonsos!

    Já uma tartaruguinha, ou mesmo um tartarugão eu sinto ternura imensa.
    Agora tem uma coisa, me arresponde por favor:
    O que é que a senhorazinha com asma tal como eu está fazendo com uma cadela por mais bokomoka:-) que ela seja?
    Eu estou louca por um lulu-da-pomerânia que tem no apartamento da minha vizinha, mas paquero só de looooooooonge!

    Oh minha Elis, minha querida, eu tava morta de medo:senti muito sua falta. Não me deixe, sim?
    beijos

  22. Oi, Meg! Venho deixar um abraço e um convite para o primeiro aniversário do codornizes. Beijinhos!

%d blogueiros gostam disto: