DAS GRAÇAS. Minha hagiologia particular (I)

Santo Expedito.Obrigada pelas graças

Santo Expedito.Obrigada pelas graças concedidas

SANTO EXPEDITO – ORAÇÃO

Meu Santo Expedito das causas justas e urgentes interceda por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo, socorra-me nesta hora de aflição e desespero, meu Santo Expedito, Vós que sois um Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados, Vós que sois o Santo das causas urgentes, protegei-me. Ajudai-me. Dai-me força, coragem e serenidade. Atendei meu pedido (Fazer o pedido). Meu Santo Expedito! Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei de todos que possam me prejudicar, protegei minha família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolvei-me a paz e a tranqüilidade. Meu Santo Expedito! Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé.

(Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o sinal da cruz)

Prayer to Saint Expedito

Feast April 19. Celebrated every 19

If you have any PROBLEM OF DIFFICULT SOLUTION and need URGENT HELP, ask Saint Expedito for help, who is the saint of businesses that need ready solution and whose invocation is never too late.

Prayer – My Saint Expedito of the just and urgent causes, help me in this hour of distress and despair, intercede for me before Our Lord Jesus Christ! You who are a warrior saint, you who are the saint of the distressed, you who are the saint of the despaired, you who are the saint of the urgent causes, protect me, help me, give me strength, courage and serenity. Heed my request: “Make the request.” Help me to overcome these difficult hours, protect me against all those who can harm me, protect my family, heed my request urgently. Give me back peace and tranquility. I will be grateful for the rest of my life and I will take your name to all those who have faith. Thank you.

Pray 1 Our Father, 1 Hail Mary, and make the sign of the cross.

Prière à Saint Expédit

Bénit soit mon Dieu, mon Protecteur, mon Créateur.
Bénit soient tous les Saints.

Béni soit SAINT EXPEDIT qui soulage les peines,
Qui aide dans les moments difficiles et désespérés,
Qui résous rapidement tous les problèmes.

O Toi, SAINT EXPEDIT que je vénère, que je glorifie.
j’ai besoin de ton aide, de l’harmonie et de la Paix.
Pour agir avec les forces du bien
pour le progrès du monde.

Aide-moi dans ma souffrance SAINT EXPEDIT,
Accorde moi (exposer votre voeux)

MERCI SAINT EXPEDIT
MERCI, MERCI, MERCI

Pour voir la neuvaine correspondant a cette prière, cliquez ici

—— to be continnued;-)

Não riam do fervor da ex-agnóstica e ex-atéia. Cada um sabe o que perde. E  do que necessita. Ah, sim, e do que recupera, mil vezes diferente e milhões de vezes melhor. Ah! o fato de estar em 3 línguas tem sua razão particular.

Clique em more….

“Santo Expedito foi martirizado na Armênia, ele era militar, e um dia, tocado pela graça de Deus, resolveu mudar de vida. O espírito do mal apareceu para ele em forma de corvo e lhe segredou: “Cras, Cras, Cras”, palavra latina que quer dizer amanhã, isto é, Deixe para amanhã! Não tenha pressa! Adie a sua conversão!
Santo Expedito, pisoteando o corvo, esmagou-o gritando: “Hodie”, que quer dizer hoje: “Nada de protelações é para já”!

Por isso que Santo Expedito é sempre invocado nos casos que exigem solução imediata, nos negócios urgentes, e que qualquer demora poderia causar grande prejuízo.Santo Expedito não adia o seu auxílio para amanhã. Ele atende hoje mesmo, ou na hora em que precisamos de sua ajuda. Mas ele espera que também nós não deixemos para amanhã nossa conversão.”

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

17 Responses to DAS GRAÇAS. Minha hagiologia particular (I)

  1. Magaly disse:

    Meggy, que emocionante! A fé é linda e soberana.
    Estou muito comovida .
    Quisera que minha fé fosse ardente como a sua. É muita entrega e humildade.
    Você está de parabéns. Não importa o credo. Todas as religiões levam a Deus e ao sentimento do universo.
    Acompanho-a de cá, no reduto das minhas crenças.
    Beijos de sua amiga

    =-=-=-=
    Maga, nem sei o que diga.
    Tenho coisas para contar a você. Felizes, desa vez!

    Você sempre se expressando lindamente

  2. aliki disse:

    Não conhecia, Meg, mas sendo seu amigo, conversamos e pedi que intercedesse em seu favor urgente, claramente e com firmeza. Nem atrasos nem vacilos, que ele se ponha ao seu lado com apoio, soluções. E muito amor.

    =-=-=-=-=-=

    Ele era armênio, querida. Era daquelas bandas, vc sabe.

    Mas ninguém interfere por mim melhor que você. Vamos combinar:-)

    O que era bom, vai ficar melhor!
    Obrigada, minha flor. Tô emocionada, mesmo

  3. ana vidal disse:

    Querida, jamais me passaria pela cabeça rir da fé de alguém. É um bálsamo que consola e apoia muito, e fico contente por ver que é o teu caso. Eu, infelizmente, tenho feito o caminho inverso, mas ainda não perdi a minha totalmente.

    (mas não resisto a uma piadinha, ainda que respeitosa: as várias línguas são para garantir que o Santo percebe tudo direitinho e não se engana nas graças concedidas? Mulher previdente, Meggy, em tempo de globalização há que prevenir…)
    ;)

    Grande beijo, amiga.

    Hahahahahahahaha!!!!!!!
    És adorável, miúda.
    Tenho surpresas para ti

  4. valter ferraz disse:

    Mef,
    em tres línguas? Só não atende se não quiser.
    Beijo, menina

    =-=-=-==

    Pois é Valter, matou a charada: ele era armênio e devia falar em latim… E agora?

  5. valter ferraz disse:

    MEG,
    corrija aí em cima, por favor!

  6. é a quase impossibilidade de encontrar um ateu em um avião caindo ou, no bolso de um suicida, um bilhete de loteria cujo sorteio ainda não correu.

    beijão e fé na tábua!

    ps: alguém aí sabe qualé o santo padroeiro dos procrastinadores?
    ====
    Uót?????? Você sabe?

    E pra que precisa de padroeiro? Eles não fazem nada mesmo. Não é esse o espírito da coisa?
    Imagine como vão pagar promessa quem é procrastinador -= coitados, eu até entendo, com esse nome … vou te contar é fogo;-0))

    Hahahahahahahahahahah
    Beijo

  7. Meg, querida,
    Jamais rio de quem tem fé. Como rir de quem se inveja?Uma das coisas ruins que minha educação deixou, esse legado triste que carrego, é a falta de um consolo poderoso nos momentos difíceis. Quem acredita é menos só, melhor aquinhoado. Os ateus, pobres infelizes entre os quais me incluo, sofrem muito mais.
    Beijo grande

    =-=-=-=-=-=
    Oh milord querido!
    Sabe o que eu acho, queridíssimo Amigo?
    Que a gente pode até não ter fé, entretanto o que a gente nunca deve ter é certeza demais.

    Muitos, mas muitos beijos para vc e milady!
    Fico tão feliz quando vem aqui.

  8. marie tourvel disse:

    Megleen, querida, se tem uma caractrerística que admiro nas pessoas é a fé. Como rir desse sentimento tão puro? Eu não possuo, não entendo, mas como me emociono quando observo uma pessoa linda como você evocando santo expedito -conheço bem a história dele, em todas as línguas. Ensina-me a viver, Megleen, minha boa amiga. Um grande beijo!

    =-=-=-=
    Marie e Aníssima:

    Tantas vezes disse isso de mim mesma e dos outros.
    Um grande teólogo me disse que é quando a fé enfraquece ou desaparece é que se abre a oportunidade para ela se fortalecer.
    mas, veja só, eu já conheci pessoas que JAMAIS necessitaram ter fé.

    Eu acho que – como bem falou a Ana – a gente faz o percurso conforme as pedras do caminho;-)
    Beijocas, minha linda

  9. Nando disse:

    Meg,

    Em muito boa hora! Ou será que a hora seria sempre boa? Valei-me Santo Expedito!

    Um abraço do
    Nando

    =-=-=-=
    Nando, você está certo, mas também a gente precisa não onerar muito o assunto. Um de cada vez. Se não a coisa não anada hohoho!

  10. Nando disse:

    Valei-NOS! Quis dizer.

  11. marilia disse:

    Não se pode rir da fé alheia. Mesmo porque ter fé significa que você acredita em algo superior, o que demonstra humildade: grande característica dos seres humanos.
    Tenho muito orgulho de você, querida…
    E fico muito feliz que Santo Expedito tenha correspondido à sua fé a contento.

    Beijão, dear dear

    =-=-=-=
    Obrigada, querida: nem sei o que dizer, vcs foram maravilhosos, mas recebi muita gozação sim hahaha
    todas muito bem humoradas.

    E eu ri, o que prova que o santo é bão, messsm…

    Beijos, querida

  12. totalmente off-topic. lembrei de ti: http://www.liveinternet.ru/community/lj_classic_daily/post70404433?-

    bjs.

    =-=-=-=-=
    Karla, sinceramente?
    fiquei comovida, duplamente. Poe Marilyn e pela lembrança.
    Por essas e por outras que não largo mão desse blog;-)
    beijos e obrigada
    Meg

  13. Sonia Coutinho disse:

    Maria Elisa, este seu espaço é muito belo, é forte e reflete a doação e a inteligência imensíssima que você possui. Estive vendo os arquivos. Tudo “reserva especial”.
    Estou entre os felizes recipiendários (este nome, juro, existe) das crônicas de Buenos Aires, do Julio Gomes.
    Verdadeiras jóias.
    Pela parte que me toca, obrigada pela tese que orientou: um trabalho de mestre (trocadilho não intencional).
    Gosto muito dos comentários, aprecio a riqueza de todos eles, delicio-me com suas respostas, morro de rir com alguns – tanto de uns quanto de outras.
    É o caso do Claudio Boczon e permita que me dirija a ele:

    Cláudio: a padroeira dos procrastinadores ainda não foi canonizada, mas serei, serei… um dia… talvez.

    Abraços a todos.
    Um beijo, minha afeição especial, e meus votos de tudo, tudo de bom, Maria Elisa

    Sonia Coutinho
    =-=-=-=-=-=-=

    Sonia, que honra! tô boba. Mais uma graça alcançada;-)
    Estou tremendo de emossão;-)

  14. gugala disse:

    Meg, Já é.
    Amém

    claudio, São Javhai.

    ======
    Hahahahahahah!
    Gênio, Gugala
    Volta aqui daqui a pouco, certo?
    beijo

  15. bene(dito) disse:

    Interessante isso, agora que lia a oração (que pra você deve ter uma razão (claro) especial).
    E fiquei indagando sobre a dualidade, ambiguidade, excentricidade, contradição, incoerência, em ser santo e ao mesmo tempo guerreiro.
    Ninguém pega a espada em nome da paz, senão prevendo (de antemão) que a mesma possa servir, como contrapartida, para extermínio da causa do outro (bem como daquele).
    Neste caso, eis a questão: A quem pertence a razão?

    =-=-=-=-=-=
    Bene, três coisas, na minha fraquíssima opinião:
    1- esta sua leitura é a mesma que eu me fazia quando era atéia, depois agnóstica, (não que agora eu seja religiosa) embora eu soubesse que a razão – como dizia Hegel, sempre está do lado da Força. Não tem jeito…
    Mas vi que era uma leitura à revelia do tempo, não-sincrônica como diziam os estruturalistas. E nos tempos arqueotípicos a religião era uma coisa fundante, fundamental para qualquer povo.

    2- A Religião possui uma arqueologia bastante violenta. Num dos Evantgelhos, o primeiro, há um versículo que retrata um Jesus muito pouco pacífico e que diz não ter vindo para pacificar e sim para confundir. Juro!

    3- Muito tristemente eu confesso para você, que para o homem o valor mais alto não é a paz. É a vida.
    E para homenagea o grande Machado, vou publicar assim que voltar, o trecho AO VENCEDOR AS BATATAS!

    Eu adorei essa sua pergunta.
    Mas não tenho resposta pra ela a não ser o que já disse, amor e dor são instransmissíves, só quem sente sabe.
    Um beijão e obrigada pela visita
    Meg

    =-=-=-=

  16. bene(dito) disse:

    Olá, Meg…

    1) Eu ainda estou engatinhando num caminho que vc. já traçou em distantes mapas.

    2)A razão – no meu modo de interpretar (que não é necessariamente entender) é indiferente à força, mas é sensível à reflexão. E se a coincidência quis assim nos fazer ver, é porque bem antes (nós, todos nós) para o que pensamos ser o nosso bem, fazemos uso da manipulação.

    3) Sempre tomo o cuidado em dissociar a “razão” da religião e do oportunismo de ocasião, que tende a desvirtuar uma verdade, como disse acima, em uso próprio.

    4) Vejo a religião, não como algo cuja arqueologia seja violenta, mas sim, revolucionária. Como você bem disse acima, a força é instrumento de opressão, quando o respeito ao direito de opinião já não é algo que interesse , em tese, ao público, que se sobrepõe ao privado.

    5) No que diz respeito ao aspecto teológico de sua fala, passo, porque há tanto a dizer sobre, que mais eu “embolaria” o tema do que tentar esclarecer esta opinião.

    6) E quanto ao mais alto valor humano, confesso, também vejo a vida, posto essa ser um pressuposto à qual a paz se submeteria, portanto, consequente.

    7) Finalmente, a resposta que você não me tem, aquilo foi mesmo proposital, posto que nem todas as perguntas foram forjadas para terem respostas, mas sim, ao menos para fazer refletir.

    Abraço
    Benedito

  17. patricia disse:

    Aflita se viu a Virgem Maria aos pés da cruz, aflita me vejo. Valei-me mãe de Jesus. Confio em Deus com todas as minhas forças. Por isso peço que ilumine o meu caminho concedendo – me a graça que tanto necessito. Amém.
    Fazer Três pedidos: um impossível e dois difíceis.
    Rezar durante três dias: um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Gloria ao Paí.
    Publicar no terceiro dia e ver o que acontece no quarto dia.

%d blogueiros gostam disto: