The most womanly woman in the world

marilyn forever

marilyn forever

Marilyn, icone por excelência

Marilyn, ícone por excelência

“Uma dose de barbitúricos levou, na pasagem do dia 4 para o dia 5 de agosto de 1962, Marilyn Monroe, transformando-a no mito moderno mais cultuado em todo o mundo. Morreu aos 36 anos. E, hoje,  46 anos depois disso ninguém que realmente se aproxime de comprrender a sua importância consegue esquecê-la. –

Arthur Miller, seu terceiro marido e que muito a amou disse a respeito dela:

“She has a tremendous native feeling. She has more guts than a slaughter house. Being with her people want not to die. She’s all woman, the most womanly woman in the world”.

Convenho (e convenhamos): que outra mulher recebeu esse elogio, especificamente neste tema;-))?

E os meu amigos, os mais íntimos os de sempre sabem dessa minha paixão pela importância e significado de Marilyn Monroe, e sempre me abastecem com presentes para minha coleção. Invejável, diga-se;-)

Dessa vez Ronald Junqueiro – que escreveu este post muito interessante, pisc***, me deu esse presente: uma colagem irada ;-). Cliquem para ver, pois é imensa e linda:

Valeu, Rurunardo.
Gente, um beijo.

ΣΣΣΣΣΣΣΣ

Para todos, e em especial, para a Karla, do blog que tem um  título pra lá de adorável.

Marilyn – um link britânico – Clique em LINKS e dá para ter uma idéia de quanto (e por quem) Marilyn é cultuada.  Na verdade, Sir Laurence Olivier “fingia” que não gostava dela…mas…. pisc*** se é que me faço entender;-)

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

17 Responses to The most womanly woman in the world

  1. Cadê? Cadê? Cadê a colagem? [=

    Eu a adoro. Quando meninota soube da existência dela e, em seguida, soube que não mais existia, me senti vazia. De imediato aquele mito me causou uma impressão muito forte. Foi um baque forte para mim saber que ela não mais vivia, como se o mundo tivesse acabado de perdê-la…

  2. sub rosa disse:


    Karla, estou emocionada com seu comment.
    Pela primeira vez, a minha antice e burraldice internética valeu a pena.
    Eu nem estava com vontade de postar, achava que no Brasil, só eu é que ainda gostava dela. Que continua mais viva que nunca.
    Então está aí a colagem e em sua homenagem eu vou colar uma URL que dá para uma série de links e fotografias etc etcetc..
    Beijo
    Meg

    P.S. Ah sim, seja bem-vinda. Volte sempre, faço questão pois você já revelou que é inteligente e tem bom gosto hohoho

  3. Eduardo disse:

    Meguita,

    e sabes que eu também adoro. A Marilyn e você!

    Bjs e saudades!

  4. marilia disse:

    Dear Meg.
    Confesso que pra mim a Marilyn era apenas a loura do parabéns para o Kennedy.
    Depois de começar a vir aqui, descobri que era um mito e uma mulher muito além das referências que usualmente se fazem dela na mídia.
    Inclusive, já comprei dois filmes dela =), embora só tenha até agora assistido a um deles (não tou com muito ânimo pra me concentrar em nada, ultimamente).
    Em todo caso foi aqui que descobri o significado do mito, o que me agrada muito.
    Vim aqui e virei fã da Meg e da Merylin. =)
    Kisses, dear.
    Take care.

  5. Yvonne disse:

    Meg, concordo com tudo que você falou. Foi uma pena que uma mulher tão mítica tenha sido uma grande infeliz por toda a sua vida.
    Beijocas

  6. Ateus Pés disse:

    sabe o que me preocupa de momento, Meguitar?

    salvo engano meu, todo agosto você relembra esta data, e já se vão seis anos que acompanho tuas postagens…

    …como disse aquele escorregador ao outro, no playground: “puxa, como os anos passam!”

    Meglyn rules

  7. Realmente, ela é incomparável. Ela e a Betty Boop, hehe.

  8. Nelsinho disse:

    Que mais dizer de Marilyn…
    …Se tudo foi já tão dito e bem dito!

    Às vezes, enquanto crítico, amoleço e derreto-me em emoções várias que a crítica não comporta. Concluo que não tem crítico que lhe resista, mesmo que muito queira!

    Mesclar “férias” com trabalho, definitivamente, não dá em nada de bom…

    Um beijo, Meg

  9. Obrigada pelas boas vindas, Meg ((-;
    Percebo que é sempre gratificante conhecer admiradores da Marilyn. Todos possuem relatos carinhosos e sempre mais informação para eu me deliciar (-:

    Adorei a colagem. Imagens do primeiro filme dela que vi. Tempos atrás fiz um post sobre ela, em meu antigo blog, e coloquei lá alguns clipes de músicas desse filme. Esse aqui: http://plasticsurprise.blogspot.com/2007/03/uns-vdeos-de-norma-jean.html

    Vez em quando volto lá pra revê-los. E ah, estou sempre passando por aqui ;D

  10. Beijinho, querida Meg: daqui a umas horas vou de férias.
    Tudo de bom!

  11. Isabel Filipe disse:

    adorei o teu post …

    sem dúvida Marilyn foi e será uma eterna diva.

    o mundo jamais se esquecerá dela.

    está tudo bem contigo? espero que sim.

    beijinhos e bom fim de semana

  12. marie tourvel disse:

    Ai, Meglyn -esqueça um pouco a Megleen do Yeats. Hoje você é a Meglyn. Que mulheres maravilhosas, não é? Marilyn e Meglyn, as duas. Um grande beijo, querida. Está tudo bem por aí? :)

  13. I loved Marylin!!

    Mas quero convidá-la para postar uma flor no fim do domingo!
    Estou tentando fazer uma blogagem de flores, coisa que é do gosto universal!
    Será do tipo do blog americano SKY WATCH FRIDAY, apenas que o objetivo deste meu blog é mostrar as flores de cada um!
    Você até já tem uma linda flor postada!!
    Se você entrar na brincadeira fico muito honrado.
    Veja detalhes em:

    TODAY’S FLOWERS.

    Abraço

    Luiz

  14. Magaly disse:

    Você disse tudo só no título do post. Ela ainda inspira muita gente e não há quem não tenha saudades dela.
    Bjs

    Desculpe a passagem meteórica

  15. Allan disse:

    Tenho o hábito de imaginar cenas de filmes famosos interpretados por outros atores e atrizes. Jamais consegui fazer com a Marilyn.

  16. marie tourvel disse:

    Olha, Megleen, ando ausente por causa de muito, mas muito trabalho. Passo para dar um oi e mandar um grande beijo pra você. Tô com saudades. :)

  17. Magaly disse:

    Saudade pra vler, viu? Beijo

%d blogueiros gostam disto: