INCOMPLETO(S) – Updated

… em verdade, sempre será conto, aquilo que seu autor batizou com o nome de conto.”
Mario de Andrade. in “Contos e contistas”.

Não sei se alguém vai se interessar, mas é que fui fazer a, digamos, apreciação de um livro, do qual ouvi/ouli coisas espantosas….

Aí todos já sabem: assim que comecei a ler o livro, fiz  uma grande “viagem para as Ilhas Polinésicas”, (os que sabem, sabem) e agora o bendito do livro não me deixa em paz.
Falar por falar, eu podia. Parece que sei escrever um pouquinho.
O caso é que o danado do livro é muito mais do que é,  e mais ainda do que  parece ser. Mais do que ouvi escrito;-) e, em alguns casos, em direção oposta. O que não é mau, muito pelo contrário. Só mostra as inúmeras possiblidades que o  livro tem de *ser”.
E como todos sabem, eu – embora ache que *TUDO É INCOMPLETO* – diante de um livro desses,preciso saber mais, ir mais além. E se for para falar dele, qualquer coisa que seja, ou dependendo dos inúmeros aspectos que o livro  apresente e se ofereça, às vezes em entrega só aparente, eu tenho que dizer: aguardem, mas… leiam logo o seu, a 1ª edição já esgotou e agora só tem essa edição, em formato pocket book. A que me coube.
Mas também para que não fiquem esperando tanto (pelo menos, não  taaanto) de mim, bem entendido, o livro é sempre mais do que se espera, ficam logo algumas coisas interessantes que tive de ler e ouvir, além do livro.
E que partilho (não quero roubar de) com vocês.

capa do livro na forma pocket book

SERVIÇO:
Autor: Albano Martins Ribeiro
Título: INCOMPLETOS:
-Contos (quase) eróticos
Ano: 2008
Ilustração: Eduardo Schaal

Edição Os Viralata (2ª)/ 100 p.

Não liguem muito pra esse “quase” eróticos. Na minha opinião, é claro.

Links correlatos:
Laboratório da Leitura – ouçam, em especial, a parte sobre literatura independente –  e me digam.

E vejam só quem é a entidade que escreveu o livro: o AUTOR! o AUTOR!
Aqui- no
Site do Autor

E o blog do Autor.

Pois é, vão por mim. E  tchau.

Disclaimer to myself: Pode ser que eu “me” ameaçanndo assim, não escreva ou me impeça de escrever uma tese sobre conto, narrativa, fluxo de consciência, conto breve, monólogo interior etc etc.. E diga simplesmente por que acho que o livro é muito bom. [E que o excelente é que é o inimigo do bom;-), viu Albano?]

E impeça, principalmente, que eu  queira compará-lo a Julio Cortázar ou a algum outro escritor. O Albano não lembra ninguém, ele já tem uma escrita que é a sua  identidade própria como escritor.
Agora, vem cá: Por favor, nada contra quem vê similitudes, ou influências, ou ressonâncias de um outro autor. E falo isso porque li esse ponto de vista em resenhas feitas por pessoas  cuja opinião respeito muito. E isso não é mau. Reflete, como já disse a riqueza da fortuna crítica do danado desse livro;-)))

Um beijo a todos.

E não me aguardem. Vão lá na página do Projeto relacionado à Literatura Independente Os Viralata, um projeto fantástico de bom, vejam tudo. Ou escrevam pra ele.

Smacks, babes.

Eu volto assim que clarear mais um pouco o “vale  das sombras” ou,  como diz a Cat, quando passar “A cinza das horas…”

♣  ♣  ♣

EM TEMPO: Recomendo fortemente a leitura deste artigo:

ESPECULAÇÕES, de Carlos Eduardo Martins.

Comentários  são bem-vindos.

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

11 Responses to INCOMPLETO(S) – Updated

  1. marie tourvel disse:

    Me deu vontade de ler esse Incompletos com contos quase sexuais. ;) O jeito que escreveu sobre o livro me encantou. Um beijinho, Megleen, querida.

  2. ;-)))

    Ih, Marie, vc é mesmo uma saf…ops… uma danadinha;-)
    Mas não é só você… Imagine que uma criatura escreveu pra mim, tendo a *lata* de me dizer: Ih Meg, não vai estragar o livro com tuas teses acadêmicas. Tese faz mal ao tesã….
    Mas que safado!
    E tadinha de mim o((((
    Outra coisa é ver se é bom pagar no tal PagSeguro.
    Mas fique certa que um exemplar desses já é seu! Você vai gostar do *swirl*, Ms. Tourvel.
    E não se fala mais nisso.;-)))))
    beijos, querida
    Beijos, beijos, beijos.

  3. Branco Leone disse:

    Até que a insônia, às vezes, traz boas surpresas. Cheguei aqui e – pumba! – encontrei este post. Muito obrigado Meg.
    Tese acadêmica pode, sim, estragar o livro, principalmente em dois casos: se o livro for ruim, ou a tese muito boa. Torço pela segunda opção.
    Sobre o PagSeguro, desencane. É empresa do UOL, não usa os dados fornecidos para nada, nem os repassa a ninguém. São quase dois anos de serviços muito bem prestados, tanto a mim quanto aos compradores do site. Mó limpeza.
    E, mais uma vez, obrigado pelo comentário. Adorei.

  4. Kleber disse:

    Professora, eu também já comprei pelo PagSeguro, quanto a isso, não esquentem, tudo beleza.
    Mas, preu comprar o livro, vai ter que me dizer o que significa “quase” eróticos.
    Menos que eróticos a minha biblioteca não aceita hehehe

  5. Andreas Goldbuch disse:

    Prefiro esperar tua crítica, recensão, oder was auch immer
    Esse lance de quase erótico é quase porn. o)

    Neben, gostei do artigo do Martins.
    tschüss!

  6. marilia disse:

    Meg, dear.
    O livro me pareceu muito interessante, Assim como o blog do Leone, para o qual já adicionei um link, sem nem pedir permissão…
    Grande abraço cá de casa e digitando enrrolada num cobertor =)
    Fique bem.

    Marília

  7. Meg, querida,
    O meu primo Albano, digo Branco, é mesmo um grande escritor, e esse livro, já disse pra ele, tem contos muito bons. Você, pra variar, continua antenadíssima, com o gosto refinado de sempre.
    Beijo grande

  8. marie tourvel disse:

    Ai, Megleen, não acredito que alguém se deu ao trabalho de dizer que sua tese faz mal ao t… Essa pessoa que vá acasalar em Quixeramobim, pois em Belém e São Paulo a gente vai bem, “obrigadas”. Linda, obrigada pelo exemplar, viu? Muitos beijos pra você. Adoro vê-la bem e afiada por aqui.

  9. av disse:

    A mim este post abriu-me o apetite, por isso desminto categoricamente a tese de que faz mal… ao resto.
    Para já, abriu-me o apetite para o livro.
    Depois, on verra…

    Beijos, querida.
    A.

  10. valter ferraz disse:

    Meg, o livro do Albano é muito, muito bom mesmo. E sua opinião é importante. Sei que ele como eu, também ficou muito satisfeito. Para quem escreve a opinião de uma pessoa como você, faz toda a diferença.
    Quase-erótico é muito legal. Dia desses entrei numa discussão sobre erótico/pornográfico. Claro que não chegamos a lugar nenhum.
    Boa semana,
    Beijo, menina

    ========
    Valter, ô Valter queridíssimo!
    Olhe só: eu estou aqui enroladíssima e meio xanhanhã (sabe como, né?) e por isso ainda não vim responder ao respeitável público leitor e escritor;-)))
    Imagine que ainda nem dei uma de exibida e metida mostrando o comentário do meu/nosso querido Ricardo, milord, Lord Broken-Pottery em que ele diz que gossssta, muito de mim – claro que eu vou fazer isso (magina se vou deixar de…) e dizer: CONHCERAM, PAPUDOS?!!! hahahaha!
    Mas você merece que eu pare tudo o que estou fazendo para responder seu comentário.
    Minino, mas não é? Essa coisa de erótico e pornográfico é uma boa sessão de discussão sobre o sexo dos anjos. Cê sabe disso, querido escritor.
    Imagine que eu sempre digo pros meus cada vez mais raros alunos, que foi um santo eremite que inventou o lance de Pornéia.;-)))
    Agora, esse “Contos quase eróticos” do Albano Martins Ribeiro, tá claro que é mais uma sacação das boas, imensa, do tamanho do talento dele. O cara escreve muuuuuuito bem, pensa tão bem quanto, fala com propriedade sobre coisas literárias (por enquanto as que li eram sobre isso, né?) é uma voz que imprime força e importância às questões debatidas.
    Enfim, olhando o Infernet, o que aconselho a todos, vendo os projetos etc etc… uh la la … ainda dá muito caldo escrever e escrever sobre literatura.

    =-=-=
    Valter, se entenda aí com os outros queridos, íssimos que comentaram e eu ainda não respondi, principalmente com a adorável Ana Vidal. Como é aquela expressão que você me ensinou: Me cubra, ou sei lá mais como é., enfim, diga que eu venho depois.
    Beeeeijos e…por você estar / voltar aqui: REJOICE!!!!!!!!!!!!!
    Beijos na Aninha, lindinha.
    Megzs

    P.S. E quando é que sai o MUro e também aquela coisa *suja e pesada* que vc tava prometendo?;-))) Já estão prontos?

  11. gugala disse:

    O cara é bão, e completo.
    bjs

    ====
    É verdade, é verdade, querido, vc já saiu do túnel, por favor quando sair venha me dizer, que fico nelvosa…
    bjs nelvosos

%d blogueiros gostam disto: