O suplício e a sedução dos corsets, high heels e outras artes:-) – Updated 2

Mesmo não sendo expert no assunto, mas adorando sapatos, saltos, tanto quanto um bom tênis hohoho, sempre me perguntei porque a gente vira Maria Antonieta e perde a cabeça por um sapato  de salto alto Luís XV (pelo menos era sssim  que chamavam) . Alguém lembra os tais saltos Czarina?  Eu lembro e invejava.  
Sempre tive adoração por sapatos que mostrassem meus pés. Inocentemente, é claro.  e tenho muitas vivências (inocente, claro den ovo,  a respeito de sapatos. Número lindo, não é Regina ?;-))))
Pois  bem, até que agora, hora de não me sentir mais uma borralheira, por causa da asma, da gripe,  da gargantite e da virose, (CRUZESSS!)  resolvi – como é meu estilo, nas más horas pensar em coisas boassss.
E assim, decidi  interrogar, a gentil senhorita e o distinto cavalheiro por que o Ferragamo e agora, o Manolo mexem tanto com a nossa e a vossa cabeça;-)))). E importunar meus amigos mais queridos.
Vejam o resultado:
Bem… eu penso que uma  bonita bolsa, de grife importante, satisfaz o senso de estilo e alimenta a auto-imagem social, já os sapatos fazem tudo isso e ainda agem numa área muito mais sensível: a do erotismo. Belos sapatos aumentam o potencial de sedução, e não é preciso ser nenhum podólatra para entender por que o fetichismo em torno dos pés tem um capítulo especial na história do comportamento erótico.
Sabem  o filósofo amigo meu, mencionado láááá no outro post, lembram?  Pois é ele que pontifica:  “ao forçar para cima o arco do pé, um par de saltos altos transforma o corpo, obrigando a mulher a empinar seios e bumbum, além de harmonizar o perfil da perna  alinhando-a desde o alto da coxa até o tornozelo e ressaltando a  er…canela (canela???!!!! e se usa essa palavra .. canela, aplicada a uma mulher elegante…não sei não, o que vocês acham?)  ou seja a musculatura da coxa e da panturrilha”. 
Como resultado,  um andar ondulante, que será entendido pelos que gostam de dominar como uma oferta e pelos que gostam de ser dominados como uma ordem. 
Aí reside, justamente, o fascínio e o mistério dos high heels.
In my  so so humble opiniaum;-), impossível falar do sapato sem falar no outro  principal símbolo dos sacrifícios estéticos: o * espartilho*.  Estive vendo  sites especializados, vi peças de colecionadores, réplicas, anúncios de época e estudos sobre seus efeitos nas vértebras das mocinhas de então,  colocados lado a lado.  Talvez até  o insuspeito árbitro da *real* elegância feminina – o querido Amigo Réprobo, possa mostrar mais.  Seja como  for, de tudo o que vi e vejo, o  resultado é sempre  aflitivo e encantador, ao mesmo tempo.
Voltando aos sapatos, quanto mais alto o salto, maior a obsessão. Tão profundo é esse mistério que às vezes nem precisa  existir o sapato.
Basta a sugestão, como se pode ver  nas fotos. (Olhem o tango).
Tesouro muitas vezes enterrado no closet feminino. Disposto apenas ao olhar reservado e compartilhado entre eleitos.
Ah os sofrimentos estéticos!  … ah! as  artimanhas da sedução e os sacrifícios cometidos em busca de seduzir ou ser seduzido. Na  moda, nas artes plásticas, cinema, objetos e publicidade, um interessante e questionador esboço de comportamento feminino.  Mas seria só feminino?
Vocês é que sabem. Eu sou pequenininha e não entendo nada.
♣  ♣  ♣

Neste site – vi muitos e talvez melhores –  mas este, especialmente,  tem uma história, ou seja apresenta os corsets, (aaaah! sim, corsets, corselets, são espartilhos como todos sabem) e eles apresentam assim: desde os 1800 (os anos jacksonianos e vitorianos,) os antes das guerras, até os nossos dias.
Daqui se passam para muitos outros, mas dá para iniciar.
Corsets Trough Time

♣  ♣  ♣

Bem, have fun, enjoy , I hope.
Agora estou mergulhado no livro da escritora, poeta e jornalista  Ana VidalContos do Sul” e há muito não lia contos tão bem-feitos, tão bem construídos, imbricados em sólida literatura da qual é herdeira e já tão sua, e que me fazem lembrar Mario de Andrade, pelo humor à sorrelfa e a construção literária, onde a vida pulsa… Ai: “Não sirvas a quem já serviu…, não peças a quem já pediu”. Que delicia! . Flaubert dizia de Bouvard e Pécuchet que isso era realmente o Zeitgeist.

Fiquem bem.
Paratodos e para a Ana:
Diane Krall:  Temptation (I adore it)

Annie Lennox, a magnífica – Talk to me like lovers do .

♣  ♣  ♣

Per favore, não saiam daqui sem ir lá no árbitro da elegância dos pés femininos. Não, não é o escritor Alex Castro, “O” Libertino Radical, de livro novo,  que também entende profundamente do assunto.  Trata-se do nosso Amigo, o Réprobo,  especialista em parcialismos;-),  o nosso Réprobo das Afinidades Efectivas. Sumidade!
E prometo que este é o último post sobre este assunto tão ‘caro’, não é Saramar?. Aliás. acho que isso de sapatos é ruim pras nossas bolsas;-) (OK, foi mal)

AGORA ACHTUNG; Espartilhos (corsets, corselets) não são só instrumento de suplício, parece que há muit(o/a)s adeptos dessa bela peça do vestuário que o usam mais por prazer, mais por apimentada elegância, propriamente, se é que me faço entender;-)))
Vejam este site´- cliquem em português

MADAME SHER!

Por favor, em todas as fotos de slideshows e em alguns links (enlaces) passem o mouse, OK?

Volto depois pra responder tu-di-nho!, Viu,, Ju, querida altona:-)
Ah! se alguém tiver aquela foto da Scarlett O’Hara, no início de GWTW (…E o vento levou.)  com a Babá apertando e sufocando a coitada com um lindo espartilho, me manda por favor? Manda… ? Ah Obrigada,  que lindas e lindos vocês são.

+_+_+_+_+_+_+_

Ahá! vejam só, não percam o post da querida Marília sobre o descobrimento do…bem vão lá e vejam por vocês mesmos.  Quem diria, ó querido Réprobo:-) afinal tem origem … real, realíssima;_)

Essa menina é ótima e o blog dela é um dos meus favoritos:-)

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

11 Responses to O suplício e a sedução dos corsets, high heels e outras artes:-) – Updated 2

  1. O Réprobo disse:

    Querida e Sabidona (desculpe, mas o tema,,,) Meg,
    árbitro da elegância eeeeeeeeeeeeu? Ai pobre Petrónio, tão infeliz por comparado a um aprendiz! (gostou da rima?). Bom, a colecção que nos dá é fabulosa e o nexo entre sapatices e espartilhenas é, para além de toda a libidoexcitação que aponta, muito óbvio – de cada vez que uma Mulher se deixa levar por qualquer deles, mete-se em apertos! Mas, já se sabe, isso também se pode, com propriedade, dizer do Amor. E sabe tão bem, não é?
    Vou ter de dar resposta em imagem, amanhã. Entretanto, deixe-me invejar a leitura fantástica que A entretém e desafiá-la para responder a um inqueritozinho, como a passar a bola a Outros Amigos. Lá no meu Inferno.
    Beijinho muito grato, temos aqui pano para mangas (ai o fetichismo!).
    Beijinho

    =-=-=-=
    Apertos, é?
    ;-))))
    hohoho!
    Comento depois, isto é respondo depois a Si e à querida Maga.
    Ainda estou no papel de *convalescente* o que quer dizer que desta não morro.
    Não avisei que o post esta já feito, faltando-me só ajeitar o texto?
    Não sei se consegui, mas também…o que há mais dizer sobre este eterno tema?
    Como lhe disse estou fora. Mas sou mesmo lenta a cumprir promessas, embora, acredite jamais falhe.
    Irei ver, tanto o Inquérito quanto as sequels destes apertos.
    =-=-=

    Ah! quanto à Ana Vidal, estive a falar com um amigo, se não seria mau, colocar esse apêndice ao post. Ele achou que não. Eu não pude resisitir, o livros é maravilhoso, os contos são bons que cheguem;)
    Ver (que ler também é ser voyeur) expressões como *tareia* e outras, eu estou prisioneira, cativa de Benvinda que é personagem para romance. E a metalinguagem, a dicção rodeando , lembrando, ecoando os Grandes, já incorporados. Juro-o! Amigo Réprobo!
    Bem, não posso falar mais, mas que todos venham. E vejam
    Comentem o post de uma pobre tísica que só tem como consolo as risadas passadas do livro de Rita Ferro e agora as delícias ora sofridas ora gozosas da Gente do Sul.

    E olha, olhe… nem sei o que mais diga.
    Beijos

  2. Dominique disse:

    Meguita,
    creio que faltam aí umas botas, não?
    Seu blog é lido internacionalmente (eheheh) e mesmo que agora seja quase verão, as botas, bem, as botas rule.

    E a Ana Vidal é blogueira, também, não é?
    Um beijo.

    =-=-=-=
    Não falta nada, querida:-)))
    :-****

  3. marilia disse:

    Bom você de volta!
    Saltos, além de deixar elegantes, ajudam mulheres baixinhas como eu… É definitivamente uma bela invenção =)

    =-=-=-=-=
    Linda!, estou vindo aos pouquinhos.

    Taí, como e por que inventaram o salto não sei:-)

    Teria sido uma “sapateira”? Se foi homem vão dizer que é criação machista… Agora vc me pegou;-)
    beijos

  4. Saramar disse:

    Ai, sapatos, minha perdição (e a do minha conta bancária!).
    Fiquei parada vendo e revendo estes maravilhosos que você mostroue desejando todos…
    espartilhos? Non, mon chère, non…

    beijos, bom final de semana para você.

    =-=-=-=
    Para você também, minha linda, querida e fiel companheira.
    Eu sou tão agradecida a você.
    Deixe eu melhorar e ficar boa de todo.
    Você continua ótima na expressão de sentimentos.
    beijos

    P.S. Vou contar como voto contra o espartilho, o seu:-) É que agora há modernos e lindos. dizem, não sei. Sou pequenininha etc etc etc;-)))

  5. av disse:

    Querida, tu metes-me em cada uma!!! Agora vão pensar que sei escrever, por tua causa…
    Olha, estou a brincar porque fiquei sem palavras. Dizer “obrigada” é curto, é curtíssimo. Dizer que te adoro é uma redundância, porque estás farta de saber isso.

    Agradeço, sim, a maravilhosa Temptation da minha amada Diana Krall (I adore it too).

    Volta depressa, e em força. Agora vou ler o teu texto espartilhado, coisa que ainda não fiz. O tema promete!
    Depois comento, right?

    Os mil beijos do costume

    (PS: Tenho saudades do nosso querido Lord Caco. Será que ele tem aparecido incógnito por aqui? I wonder…)

    =-=-=-=
    Ana querida, que lindo o que me dizes… Fico feliz, mas quando digo é de tal modo insuspeito, que nem inaginas. Um dia falo-te a respeito disso.

    Quanto ao nosso Lord, é o seguinte, não sei se vem pois estou vindo muito pouco até aqui.
    Mas uma coisa digo: Nós é que devemos nunca deixar de lá ir . Ele está preparando a hora da volta, melhor que possa pensar ou desejar. Sei que também pensas assim. Ele volta. E sabe que estamos na torcida. Por enquanto vemos o que ele não pode (ainda ) ver.
    Morro de saudades. Parece que nos falta um pedaço. Mas sabemos que ele sabe disso.
    beijo-te , miúda rica e talentosa.

  6. juliana disse:

    Eu não com 1,74 mesmo assim não resito aos saltos. Já teve época de ficar incomodada em andar por aí com mais de 1,80 e portanto maior que a maioria dos mocinhos daqui, mas ah, é mais forte que a gente. Um dia eu falando com meu professor de pilates: meu pé da meio doendo…andei muito de salto ontem. Ele pois é, não sei como vocês conseguem passar a noite toda… e eu não, meu bem, eu até saí no fim do dia, mas estava desde cedo, e fiz as contas: mais de 15 horas em cima do salto;)
    ====
    Hahahahaah!!!!
    Hahahahahaha!!!

    Homem, não entende mesmo, o sentido denotativo da coisa, né, Ju, mon bijou?;-))))
    Sabe que eu andava de salto alto mesmo dentro de casa? Sempre? Ihhhh mas isso foi no tempo do Império:-)
    Sou muito orgulhosa da curvatura do meu pé, que acho que consegui com os saltos altos.
    Mas *JAMAIS* andei… Não, andar de salto é equilibrismo:-)
    Beijos, minha garota irreflexiva hahahah:-)
    Temos que pôr o papo em dia, não é?
    E a tecnomúsica e talz.

  7. marie tourvel disse:

    Nossa, Megleen, querida. como estou em falta com você. Leio sempre mas estou comentando tão pouco. Sou uma relapsa, mesmo. Mas mesmo relapsa, quero que saiba que adoro você e esse espaço aconchegante. Eu, bem mulherzinha, não podia ser diferente, amo sapatos. Tenho um armário repleto deles. Um grande beijo e perdoe sua amiga, tá, querida?

    =-=-=-=-=-=
    Meu amor, a gente sente quando a presença é verdadeira.
    E também tenho vindo pouco aqui.
    Ahá! quer dizer que você é uma Imelda Marcos. Ai, não vá pisar no coração de Mr. Tourvel.
    Pelo menos não se ele não pedir;-))))

    beijos, criança.
    Perdoe-me você.
    Um passarinho está me dizendo que a tal virose “está se indo”;-))
    Beijos, minha pintassilga;-)

  8. Eduardo disse:

    Meg,

    este é um POST CART direto de CASABLANCA para minha querida amiga.

    Beijos, sem antes perguntar se viu seu amigo Milton como Vitima da Quinta?

    =-=-=-=-=–=-=-
    E D U A R D OOOOO!, meu querido Amigo do coração!!!!!!!
    Nossa, ai, que chic, mas é demais….
    Oh, querido tenho ido ler as notícias.
    Mas agora meu coração bateu feliz.
    Edu, você vai pra Lisboa, não é?

    E N T Ã O:
    Vá dizer …à Graça que é tão bela que é tão boa
    Vá por mim dançar um fado e abraçar a Madragoa!
    E mesmo que esteja frio
    E os barcos fiquem nos rios
    Parados sem navegar
    Passa por mim no Rossio
    E leva-lhe o meu olhar;-)))

    Dê por mim um abraço de quebrar as costelas , no Francis do Berra Boi. E em quem mais encontrar. Adoro todos:-)
    Diga que sou seu fã e gosto dele imenso.
    Obrigada, Edu.
    Beijos na Paulinha e na Maria Augusta.

    Obrigada, querido
    E se vir o Rick e a Ilse, já sabe….

    P.S. Vi sim, ontem, o Milton. Tava fácil:-))) Ele é a cara do Spielberg

  9. O Réprobo disse:

    Querida Meguita,
    (e vale também para a Juliana, pois tenho 1,80m, se um dia saíssemos juntos salto maior do que 6 cm mão dava, ehehehehe):
    Muito obrigado por adendar essa opinião de Amiga Boazinha sobre o meu interesse por pé feminino!
    Para não deixar os meus créditos por pés, perdão, mãos alheias, aqui vai a adaptação que fiz de um ditado americano:
    “Good girls use high heels at work, bad girls use them on bed”
    Pois este Vosso maldito amigo acrescentou:
    “real bad girls use high heels on both those circumstances, at the same time”…
    Não sou mesmo danadinho?!
    Beijinhos

    =-=-=-=-=
    Não, não é um danadinho. Está mesmo é… a little devil.
    O Réprobo com esse alvoroço todo está aqui está a levar;-)))))

    Desculpe, brincadeirinha, Sua Graça!
    Acho isso muito saudável. E sua metáfora do Amor, Penar, Aperto e Dor, está do melhor, Verdadeira e tal como fez com o ditado, está cheia de “wit”.
    O que aliás, nunca lhe falta.

    Mas diga lá: A meninas só pensam em Beleza e Elegância, já os Senhores…
    ;-)

    Um beijinho
    Justine.

  10. O Réprobo disse:

    NÃo dava, perdoem o erro de digitação

    =-=-=-=
    Olhe, agora que voltou a mencionar, devo dizer que discordo, e você, JU?
    Afinal, me diga, que lei é que diz que os rapazes hão de ser mais altos que as raparigas?
    Sim, senhorita Ju, venha esclarecer isso pra nós?

    Tenho um Amigo que diz que os rapazes adoram as mulheres-monumento, é como se dissessem para todos: “Eu escalei o Himalaia e vocês não.”
    Bem, eu entendi assim, não sei se é verdade.

    Não viram o caso da Nicole Kidman que ao se separar do Sr. Cruzeiro, disse que estava tudo bem, afinal a partir de então ela ia poder voltar a usar salto alto;-)))?

    Dizem, não sei. .

  11. Ei descobri! Post em tua homenagem lá no blog… bj

%d blogueiros gostam disto: