KIM, minha bruxinha preferida, parabéns! (E mais um blog im-per-dí-vel)

Hoje, 13 de fevereiro, é aniversário de Kim Novak (OK, sei que vocês gostam de Vertigo, do corpo que cai, etcterrá, não é?. Bom, eu também… não fosse eu hichcockiana de papo amarelo (é assim que se diz, aqui na minha terra, não me perguntem por que, porque eu não sei hohoho)
kimporcel
mas gosto ainda mais dela como a bruxinha comandando os ‘intermediários’ em Bell, Book and Candle – (Sortilégio de Amor )- u-ma de-lí-ci-a!. Ela não está lindissima? E tem ainda James Stewart, o maravilhoso Jack Lemmon e.. taí, Elsa Lanchester;-). Vo c~e não viu? Oh que dor…Tadim, mas tem jeito: locadora!.

kimcm.jpg
essa aqui que não sei de que filme é mas está lindona fazendo caras e bocas, é ou não é?, diz aí!:
O nome dela era, segundo disse um amigo meu, Marilyn (veja só) aí – et pour cause – ela mudou para… claro, Kim Novak, simples, tudo a ver, né?;-) Mas acho uma bela trívia. Olha só, como meu amigo me falou:

“…a Kim Novak foi “descoberta” após vencer um concurso pra posar de Miss Frigidaire; o nome verdadeiro é Marilyn, mas como a Norma Jean já tinha virado Marilyn a Marilyn virou Kim (Hollywood é um lugar muito, muito estranho…); e é loura de farmácia.pisc* isso da loirice da loura, é ele que diz, eu não sei de nada;-))) só estou transcrevendo, e com autorização;-) Meus amigos são ou não são um barato?. (Obrigada, amigo)—;-)

e claro adoro a Kim de Picnic:
picnic1.jpg
Gente eu amo esse filme, por tu-u-d-o! Ela está lindíssima, o William Holden, está velhíssimo, não tão Golden Boy, mas… tá bem, também. A luz e a fotografia não podiam ser mais bem escolhidas, sendo o diretor o grande Joshua Logan…. agora, quem rouba o show, pra mim, é a Rosalind Russell, IMSSHO. Confiram.

E qualquer coisa, leiam sempre este site que eu vou dar de presente ;-) para vocês: É o CINEMA RETRÔ. É aí que vejo coisas do arco da… ih! do tempo do Império.

Pra terminar, como existem coisas que vocês vêem (ou não vêem) em qualquer lugar, mas vêem primeiro no Sub Rosa, hohoho, eu num pool de reportagem, resolvi publicar aqui;-) É uma coisa linda de horror kitsch.
Para prestigiar meu amigo Sandro Fortunato do site Memória Viva:

kim_novak_horror_kitsch.jpg

A bela Kim veio ao Brasil e fez umas estrepolias (sp?)estripulias – como se escreve?. Parece que foi de festa de rua e de salão, se acabando com o reco-reco na mão… bem ela fez e parece que foi sob o patrocínio de Nonô, ou para os menos íntimos Juscelino Kubitscheck, o homem era fuego! Hihihi.
veja/leia aqui:

A-há, pensavam o quê;-)? O Sandro Fortunato digitalizou todinha (eu acho que toda) a revista O CRUZEIRO. Quer mais?

=-=-=-

CODA :

Duas coisas importantes:.
Caso eu não venha por aqui por esses dois dias, deixo um blog re-co-men-da-dís-si-mo :

Palavra de Pantera da poetisa ZOE de CAMARIS.

Zoe, amo sua terra, o Paraná e em especial, Curitiba, onde tenho muitos amigos, e algumas cidades do inteirior: sou apaixanada pela Lapa, onde fica a Fazenda Margarida.
Para você que compartilha comigo a paixão pelo poeta Marin Sorescu, eu deixo esse lembrete de Keats. Talvez seja por isso que amemos a Poesia, esse País do Assombro e todas as suas adjacências:

“A poesia nos deve surpreender pelo seu delicado excesso e não porque é diferente. Os versos devem tocar nosso próximo, como se ele tivesse lembrado algo que nas noites dos tempos já conhecia em seu coração. A beleza de um poema não está na capacidade que ele tem de deixar o leitor contente. A poesia é sempre uma surpresa, capaz de nos tirar a respiração por alguns momentos. Ela deve permanecer em nossas vidas como o pôr-do-sol: Algo milagroso e natural ao mesmo tempo.” Keats (1795 – 1821) – (publicado em Sub Rosa v.1 – outubro de 2001.
****
Um beijo a todos. Um especial (sempre) para minha querida Cat e outro também especialíssimo, para Vivina Assis Viana, minha ídala. Leiam este post da minha querida Aninha Pontes. Está o fino do fino e as dua merecem.
******

*
*
*

ΩΩΩ
Agora, a música é presente para Kim, mas amanhã é o Valentine’s Day, então vai para todos os amigos: a outstanding Julie London:

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

15 Responses to KIM, minha bruxinha preferida, parabéns! (E mais um blog im-per-dí-vel)

  1. marie tourvel disse:

    A-do-ro Picnic. A Kim realmente era linda. Mas citar Keats, é sempre bom também, não é, Meg? Beijos e aguardamos seu retorno.

  2. Não curto as fotos da atriz. São belas, mas assustam.Pesam. Ela é legal, em movimento.

    Beijos

  3. Lá na colónha tem uns Novak perdidos, mas nunca vi nenhuma Kim nas quermesses da Matka Boska, nem nos bailes da Sociedade Progresso; no máximo, duas ou três Marêchas.

    Selaví e,
    se lavá, tá novo

  4. CoRa disse:

    Amei a Julie London! E essa lembrança da Kim, tb minha bruxinha favorita, naquelas malhas gigantes (ainda sempre cinzas porque era pb a referencia)… Ela trazia no olhar um certo mistério encantador. Talvez daí o Hichcok tê-la escolhido… E os pássaros chegaram…

    Happy Valentine’s Dear one!

  5. Nelsinho disse:

    Adoro, ou adorava, a Kim Novak. A voz da Julie London é um bálsamo.

    Hoje, dia de São Valentim, lembrei os amigos… Feliz Valentine’s, Meg!

  6. Magaly disse:

    Meggy
    Picnic foi uma ducha de água morna na alma da gente. Muito romãntico, todo mundo curtiu e repetiu quanto pôde.
    Kim é linda, mas linda demais e esse “a mais” cansa um pouco. Nas fotos, por exemplo, tudo parece armado, elaborado, perfeito. ‘Estou com a Rose, falta leveza.
    Que voz a da London! Música e intérpretes deliciosas.
    Vou conhecer a Zoe. Se você citou Keats depois de falar de seu blog, é porque a gente vai encontrar lá algo delicado e surpreendente.
    Beijinhos


  7. Gente: já são seis da matina.
    Venho responder tudinho, depois, Ok?
    M-a-g-a-l-yyyyyy !!!
    minha amada, que lindo você aqui..
    Tiadoro, vc me deixou muuuuito feliz, querida”
    Sua
    Meggy

    Beijos para todos

  8. Olá, Meg!

    A Lapa é linda! Estive lá várias vezes (quando meu pai que é ator fazia pesquisas para a peça “O Cerco da Lapa”) mas o que mais me impressionou foi a Gruta, que conheci ainda criança e aquela quantidade maluca de ex-votos.

    Fazenda Magarida? Vou me informar. Se não me engano, minha irmã esteve nessa fazenda.

    Ando procurando por poetas (meus) desconhecidos. A supresa de hoje foi Seamus Heaney, poeta irlandes. E agradecendo Keats, pra você, A Ilha que Desaparece.

    beso,

    …………………..

    A ilha que desaparece

    Quando nós presumíamos ficar para sempre
    entre suas colinas azuis e aquele litoral sem areia
    onde passamos noites desesperadas em oração e vigília,

    quando havíamos recolhido a madeira flutuante, feito um lar
    e pendurado nosso caldeirão como um firmamento,
    a ilha quebrou-se debaixo de nós como uma onda.

    A terra que nos sustentava pareceu firme
    apenas quando in extremis a abraçávamos.
    Creio que tudo o que ocorreu ali foi visão.

    (Tradução: J.T.Parreira)

    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

    The disappearing island

    Once we presumed to found ourselves for good
    Between its blue hills and those sandless shores
    Where we spent our desperate night in prayer and vigil,

    Once we had gathered driftwood, made a hearth
    And hung our cauldron like a firmament,
    The island broke beneath us like a wave.

    The land sustaining us seemed to hold firm
    Only when we embraced it in extremis
    All I believe that happened there was vision.

    (Seamus Heaney)

  9. Carlos disse:

    Os hereges que ousaram levantar a mais leve aleivosia que tenha sido contra *minha* Kim estão desde já lançados ao nongentésimo nonagésimo nono círculo de Hades.
    Carlos dixit.
    Eu só estou vivo porque quando Picnic levou nos cinemas era “impróprio”, e eu só pude assitir mais tarde, em reprises. Se eu tivesse visto aquela descida de escada aos doze anos, não teria chegado aos treze; teria me desminligüido ralo abaixo (honni soit pas) antes disso.

    =-=-=-=
    Como seria uma leve aleivosia?
    Bem, não sei ,as que soa bem, ah isso….

    Kim ficaria feliz com esse arroubo!
    Beijos enão demore a voltar;-)
    M.

  10. Zoe, muito obrigada.
    Gosto muito também de procurar os desconhecidos, é a coisa que mais faço logo em seguida à quase-missão de tornar os nossos mais conhecidos.
    A Fazenda Margarida é a clínica Lapinha :
    http://www.lapinha.com.br/index.php
    Maravilhoso!
    Um beijo

  11. Carlos!

    Obrigada por ter vindo.

    E parece que você sentiu *mesmo* o efeito devastador da amazing witch;-)))
    Entendo você;-), pelo menos eu acho.
    M.

  12. Fabio disse:

    Bell, book and candle não é um dos meus filmes preferidos. Para mim, nem o Jimmy Stewart funcionou, e olha que sou fã dele. O que ficou em meu coração foi a música cantada na boate beat que os personagens visitam. Na época em que procurei deu trabalho, não tinha tanta coisa fácil assim na internet, mas acabei achando o cantor e a música: Philippe Clay, interpretando Le noyé assassiné (Florence Véran/Charles Aznavour). Localizado o dito-cujo, encomendei o CD para uma amiga que mora na França e ela trouxe. Desde então vivo um pouco mais feliz e recomendo a audição.

    (Agora me ocorreu que este pequeno comentário pode ser desdobrado em um post completo no meu próprio bloguinho. Se você não tiver nada contra esse tipo de diálogo, não me acusar de plágio ou carona no seu post, talvez eu faça isso mesmo. Valeu.)

  13. thais negrão disse:

    a cena da dança da kim novak e william holden em pic nic é cosiderada a cena mais sensual do cinema até hoje! a moça tinha poder !alem de ser linda demais é claro!

    =-=-=-=-=
    Thais
    Yeeeesss! mais uma fã para essa atriz maravilhosa e mulher lindíssima .
    Po-de-ro-sa!
    Como você vê o clube é só de gente maravilhosa como nós (hahahaha)

    Agora, permita-me discordar, cena sensual realmente é, mas não a mais sensual.
    Vou fazer no próximo domingo e vou citar você, como inspiradora da idéia, qual a cena mais sensual do ciema.
    Eu tenho a minha cena;-))) – (27/05/2008)
    Você topa?

    beijos, beijos e seja bem-inda, a casa é sua e volte sempre.
    Meg

  14. thais disse:

    topo sim meg,achei otima tua ideia!beijos

  15. Igor Oliver disse:

    essa mulher me lembra aquele filme de terror^^ – esqueci o nome

%d blogueiros gostam disto: