Well, it’s one for the money, two for the show, and three…(UPDATED)

WARNING! Post longo, algumas vezes muuuito auto-referente. O título foi tomado, por empréstimo, de um amigo so sweet, sim, que foi realmente um amor, ao achar que nem precisava me lembrar que dia é hoje;-) Valeu, handsome! Muitas vezes quem faz o blog são os co-bloggers e os meus são ab-so-lu-ment merveilleux. Além do mais, queridos, um link brasileiro, com tudo, absoltumente tudo acerca de ELVIS PRESLEY, 30 anos depois.

Seguinte: não tenho e não consigo pensar em nada para dizer que não soe a clichê, (e todos sabem que pessoas refinadas e cultas, como todos vocês são, não aceitam clichês), mas confesso que tenho vontade de fazer o seguinte gesto, acompanhem atentamente a descrição: eu coloco as minhas mãos abertas, espalmadas -palmas para a frente- e com os polegares encostados à fronte (acho que é isso,) bom um pouco acima da orelha, aí balanço vigorosamente os outros dedos e grito iuhuuuu! (na verdade, boo) e digo: terribly sorry! Eu sou a Meg, e vocêssss, tadinhos, não são. OK, isto in my dreams.
Moça educada, porém, fico só no desejo, contínua e obviamente reprimido e explico:
julie_london amazing!Eu – acreditem, ultimamente e já não era sem tempo, está sendo maravilhoso ser eu. Eu, que palavra doce, eu já estava entediada de ficar encolhidinha e triste -;-)) euzinha aqui, felicíssima, ganhei uma homenagem, digna de uma rainha: músicas maravilhosas da Julie London – what? excuse me? se vc não sabe quem é Julie London, é como não saber quem é Van Gogh, então, você não tem mais jeito hohoho, mas, aproveite que estou num ótimo mood, pode ser que ainda haja tempo.

Vá até o lindísimo e très raffiné blog Three Forms ( que é um blog conceitual: sempre mostra as coisas de, pelo menos, três formas, three ways), perca-se nele, desfrute a beleza , o bom gosto e a inteligência da pessoa que mantém o blog, e depois olhe para a sua direita – lá no blog, no sidebar. E examinem o widget DESTAQUE.
Pois é, foram, viram? Viram o quê? Que estou lá devidamente ladeada (hmmm.. vamos dizer assim) pelo queridíssimo Allan, do delicioso blog Carta da Itália – que realmente está uma loucura com um post sobre uma das especiarias mais especias , o açafrão. E, o não menos nobre, aliás o nobilíssimo blog coletivo, o internacional P.Q.P.Bach

E como eu digo sempre, elogio em si, não significa nada, elogio depende da proveniência;-), certo? então, surfando nas tags do Três Formas ,não poderia ficar mais metida a besta, do que fiquei:
Há um post que adoro: lá é dito que se fosse pra ser cineasta queria ser ninguém menos que Kieslovsk . se fosse para ser pintor queria ser Magritte e se fosse para ser músico queria ser Isaac Stern

Eu não entendo de nada, mas de ser imodesta eu entendo hoho, então , moram de inveja, cambada,

Agora falando seriíssimo: se o que essa(s) menina(s) inventaram neste post aqui: Admiração com uma pitada de inveja, da boa, não é um delicioso e dos mais inteligentes e criativos exemplos de *MEME* então, eu não sou mais eu:-)
Até tentei fazer aqui, sem muito sucesso, mas vá lá:
Decidida do jeito que sou;-) se fosse pra ser cineasta seria Woody Allen ou Tarkovski, ou… não, peraí, eu queria ser o Abel Ferrara ou o Cronenberg, ou… ah já sei queria ser o mais famoso cineasta, il re del giallo, o magnífico DARIO ARGENTO, que tem uma filha tão maravilhosa e linda e talentosa quanto, a Asia Argento.

É já vi que não vai dar certo…;-o(
Mas o toque sutil de beleza e delicada elegância é que o Três Formas – só pode ser uma pessoa adorável, ou três;-) -é que as três músicas interpretadas por Julie London são todas lindas, mas uma delas, guys… é Misty, que, como só os mais sensíveis sabem, é a música-tema do primeiríssimo filme dirigido por er… ele, meu amado, do coração, para sempre: Clint Eastwood: Play Misty for me.

divisor

Bem, eu não posso e nem sei agradecer o suficiente, por isso , agradeço da forma que posso: ficando felicíssima, adorando, sorvendo cada detalhe da alegria em que ficou meu coração, quando descobri a homenagem: fiquei doidinha de alegria.E espalhei para a minha meia dúzia de 5 amigos fiéis e maravilhosos.
E , só pra vocês verem que Papai do Céu ajuda as meninas boas, dando-lhes tanto prazer quanto o que têm as meninas más ;-P) – recebi de um deles o “memento” para o dia de hoje.
E termino este post, dizendo que nem eu nem ele morremos, e, se depender de mim, não morreremos jamais de la vie:-)!
Obrigada meninas;-), you’ve make my day! and what a day!

E graças a você, a minha homenagem muito simples, pois sei que a blogosfera estará inteira homenageando, um belísimo e eternamente jovem, a magnificent King” :

Escolhi este, carinhosamente… e achei really awesome!

P.S: Achei este link, nosso, bem brasileiro, muito bacana sobre o Rei. Aqui no UOL ELVIS PRESLEY, 30 anos depois.
Eu ia colocar mais alguns, mas este está perfeito, IMSHO, e completo. Corram lá:-)

separation


Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

10 Responses to Well, it’s one for the money, two for the show, and three…(UPDATED)

  1. Meg, querida,
    Julie London? Com esse sobrenome… Como se diz atualmente, quase gíria no meu entender: – Você está podendo!
    E merece, claro que merece.
    Grande beijo

    =-=-=-=-=
    Lord , milord!
    Eu tinha quase que a certeza que vc iria falar nisso.

    Eu acho que as meninas têm razão, há músicas como *Cry me a river*, que mesmo a Ella Fitzgerald tenha gravado á perfeirção, ela se tornou a owner.
    Obrigada, Lord.
    E sua elegância londrina.
    Beijos
    Meguita

    P.S.
    Eu amo a Inglatera, eu adoro o Reino Unido, quase do mesmo modo, e tenho muitos amigos que escolhem: minha amiga Gèninha é scottish por excelência.
    Isto sem contar, uma de nossas mais queridas blogueiras que eu recomendo sempe: a linda Viv , do blog Alta Fildelidade:
    http: altafidelidade.blogspot.com
    Lord essa menina, doutorando-se em Inglês, é uma céltica, uma verdadeira Irish person:
    Passei dois dias com ela e aprendi mais sobre inglês e ciltura céltica do que se tivesse mergulhado na Irlanda.

    Pra mim, vocês dois são o maiores exemplos de anglofilismo, sem contar que ela ama os poetas irlandeses e britânicos por extensão: Todos os Williams. E mais a cerveja Guiness;-)
    It’s a joy o’ life!

  2. Allan says:

    Você merece a homenagem, Meg.
    Acredite.
    ;)

    =-=-=-=-=
    Allan, na verdade a homenagem foi para nós três, mas vc sabe que a necessidade obriga a gente a fazer um curso intensivo de marketing pessoal não é?
    hahahahahahaha
    E depois, vc e o Milton, thanks goodiness gostam de mim;-)))
    Mas, falando sérios, as meninas é que foram sensíveis e maravilhosas.
    E seu post sobre açafrão ganha o título de melhor post = delícia ever!
    beijos
    Meguita

  3. tresformas says:

    Que bom ver você assim, Meguita (posso?)!
    Estou muito feliz!
    Beijos

    =-=-=-=-=-=-
    Dearest,
    como não poderia?
    Com esse *boost* que eu nunca imaginei?
    E que só pouquíssimos consguiram?.;-)

    E depois, não foi só para mim (embora eu adore que tenha sido também)
    Ok, sei que me tornei mais exibida que nunca, mas você merece o despudor.

    Agora, eu é que queria fazer tudo, mas tudo de bom, por você.
    Embora eu saiba que vc já tem tudo. Sabe tudo e sempre foi uma das melhores, num rank de poucos melhores.
    Vc sabe!
    You’re super duper:-)
    A miilion ton of thx and kisses
    Beijos
    Meguita

  4. Elvis é o The Pelvis, mas o fino da paçoca mesmo é ele cantando gospel, se a gente atoa se descuida, é conversão na certa.

    It’s now or never, nem que a vaca tussa.

    =-=-=-=-
    Então, diga um gospel preferido seu, diga:-)

    Pocalunki com l cortado!
    Madrinha

  5. Tá no porão, madrinha!

    uma entre tantas mas esta, em especial, é de pegar em armas para defender a fé.

    vou te mandar outra por emêiou

    beijo

    =-=-=
    Vim de lá.
    Tem toda a razão.
    Puxa, só coisa da pesada, como diz uma gíria nova que acabei de inventar hohoh
    Beijus
    M.

  6. denise says:

    é muita informação para essa pobre cabecinha, hehe. Meg, do Céu, você escreve compulsivamente, como se estivesse aqui do meu lado falando, entrecortando as idéias, uma delícia!
    minha linda, um bom fim de semana pra você, viu!
    beijo,menina

    =-=-=-=
    Delícia mesmo Denise é vc vir aqui.
    Agora, eu tava divagar quase parando, quem me deu um poke foi a menina do Três formas e o Lord. Como sempre, aliás.
    Mas quando puder vá lá no Três formas http://tresformas.wordpress.com
    beijos, querida menina!
    Adoro vc
    Mguit

  7. Magaly says:

    Pra falar a verdade, não sou muito o Elvis, a carinha dele me enjoa, a vaidade dele me chateia. O que me move em relação ao Presley é o papel que ele representou para a música popular, criando uma maneira nova de se expressar, aquele ritmo febril e gesticulado, fazendo levantar-se uma onda nova no panorama músical. Na minha quase total ignorãncia no assunto, é o que registro como significatvo na pasagem ofuscante deste astro. que fez uma leitura muito própria da música de sua época.

    =-=-=-=-
    Gente!
    Por favor, se puderem me esclareçam uma coisa:-)))
    Foi mesmo a doce, sábia e sempre compenetrada Magaly que comentou aqui?!!!!!!!!
    Oh my gosh! Acho que nem Osama Bin Laden foi tão execrado num post:-))
    “Quase total ignorãncia”?
    Putz , imagine se vc fosse expert!!!!
    Sorry , dear!
    ;-o((((
    Oh my gosh! oh my gosh! oh my gosh!
    M.

  8. Meg, é por isso que gosto cada vez mais da Magaly. Certeira!
    Beijo prás duas

  9. cariucho says:

    Meg, gostei do comentário…seria o três um intercambio?

    • sub rosa says:

      Cariucho, vc me perdoa. Quase dois anos depois, eu nem me lembro sequer de ter feito esse post e vi que até os links desapareceram.
      Se vc não for mais específico eu vou passar vergonha.
      Mas, (sei que não deve ser, porém… ai, porém:-) – se vc se refere ao título então devo dizer que é a letra da famosa música do Elvis:
      Well, its one for the money,
      Two for the show,
      Three to get ready,
      Now go, cat, go.

      But dont you step on my blue suede shoes.
      You can do anything but lay off of my blue suede shoes.

      Well, you can knock me down,
      Step in my face,
      Slander my name
      All over the place.

      Do anything that you want to do, but uh-uh,
      Honey, lay off of my shoes
      Dont you step on my blue suede shoes.
      You can do anything but lay off of my blue suede shoes.

      You can burn my house,
      Steal my car,
      Drink my liquor
      From an old fruitjar.

      Do anything that you want to do, but uh-uh,
      Honey, lay off of my shoes
      Dont you step on my blue suede shoes.
      You can do anything but lay off of my blue suede shoes.

      M=-=-=-=

      Devo ter respondido besteira, não?
      Me fala qualquer cois, OK?
      beijos
      Meg

%d blogueiros gostam disto: