CRÍA CUERVOS II (UPDATED)

criacuervos1.jpg

Pessoas queridas, estou numa faina, numa lida – maravilhosa ocupação, entre outras, bem entendido. Dois grandes amigos – um casal – estão aqui em Belém, eles moram na Alemanha e têm papel importante na cidade onde vivem. Ele é deputado – que é algo bem diferente do que ser deputado no Brasil e em alguns outros lugares ;-).
Ontem, saímos , ai que coisa boa, tudo do bom e do marrom (glacê). Fomos ao complexo Feliz Lusitânia onde ah! indescritível, não por bairrismo (eu conheço muitas cidades no mundo e adoro algumas delas e viveria tranqüilamente lá) mas porque Belém é um caso à parte. Realmente é uma cidade que se modificou embelezando-se e tenho medo, um medo danado que essa beleza seja destruída por… et pour cause. (If I make myself clear:-))
(Aliás, não é segredo para ninguém que os alemães têm uma fascinação por Belém (jawohl) especificamente, e pela Amazônia em geral – e há imensos projetos, professores alemães trabalham como Professores-Vistantes, há intercâmbios de estudantes, und so weiter )
Pois bem, quando conversávamos, em frente ao rio-mar, Martina Trakl , a minha amiga alemã, que já esteve no Brasil e trabalhou na Universidade, numa espécie de Instituto Goethe daqui – o C.E.G. – pois bem. ela lembrou de um filme do magnífico Carlos Saura: CRÍA CUERVOS.

Gente, vocês não têm noção de que foi esse filme quando passou aqui (claro que eu era pequenininha e não entendia nada, mas era no Cinema de Arte (hoje Cinema 1) do meu amigo Marco Antônio Moreira, filho de banqueiro e mineiro;-) , parece que levaram/passou o Sétimo Selo, os odiosos filmes do KUROSAWA – que eu confesso logo, acho um horror, e…(ei , calma, voltem aqui, ingratos, aproveitem que estou contando reminiscências e daqui a pouco, quem sabe isso não pode ser usado a meu favor ou contra mim hohoho)- pois é, não gosto mesmo, Dersu Uzala? YIKES, nem pensar… mas do Bergman eu gosto. A-do-ro. E tinha outros, até o Woody Allen, meu amor, levando Zelig… Orson Welles, com a Gilda loira, que é A Dama de Shangai, Lubitsch, Billy Wilder com Testemunha de Acusação, puxa, gente isso não me reabilita? Pois é. U-ma coi-sa!
O filme do espanhol Carlos Saura – faz parte de uma trilogia, em que todos os filmes eram estrelados pela sua mulher, na época, a sublime GERALDINE CHAPLIN, ai, que mulher linda!!! talentosa e excelente, mais que excelente atriz, não tivesse ela -além de tudo – os genes preciosos dos pais (Charles e Oona). Claro que eu vi todinhos e este de que estou falando, o segundo na trilogia continha alusões rasgadas ao governo do ditador Generalissimo Franco, que havia morrido à essa época. (1976)

geraldine_chaplin_gallery_8.jpgA expressão completa é “Cria cuervos y te picarón los ojos“(*).

Ah! como eu sei disso – hahahah e tenho rido bastante com essa reflexão aparentemente idiota, mas o fato é que como a gente sabe, sabe as coisas, sabe das coisas e se comporta como se não soubesse de nada… que papo é esse de “sabedoria de vida”?

Pois bem, mas se julgam que este é um post-cabeça, desistam, na verdade lembramos mesmo foi da atriz (a child star) Ana Torrent , muito lindinha e querida e hoje, muy guapa, que fazia a Ana(Geraldine) quando menina . Um desempenho fenomenal (eu adoro adjetivos bombásticos, não sei se já deu para notar: o adjetivo é o último refúgio dos que não sabem escrever:-)))- ops , acabei de criar essa ululanting frase, hein? Olha o copyleft;-))

E, como se tivéssemos combinado, assim que falamos em Cria Cuervos, falamos rapidíssimo do contexto político, e porque estávamos felizes, em uníssono, cantamos a música do filme: Yo soy Rebel e que jurávamos fosse cantada pela própria Ana Torrent , mas não, é por uma cantora chamada Jeannette. Que, anyways, é uma lindona. Cantora inglesa, que se eu morresse ontem não sabia quem era.;-)

Vale então o post para a música (que adoro e não sabia) que canto aqui, em altos brados e o pessoal me olha, disfarça, e coloca o indicador (acompanhem o gesto, que gestos estão na moda) o indicador próximo à fronte um niquinho acima da orelha e fazem círculos. Quando eu olho para eles, rapidamente disfarçam….hahahahahaha! E se eles continuarem, vou cantar em ritmo de hip hop;-))

Vai aqui então, o Soy rebelde. Tudo porque eu gosto muuuito, muito de vocês;-)))
*******
P.S importantíssimo e afetuoso: Quando fiz minha pesquisa no Google, vi que meu adorável e querido Ruy Goiaba, já usou esta expressão, ligeiramente diferente, em 2006 e claro, para falar do “Efelentíssimo”, criação imortal dele mesmo, do Ruy e não do Elefent.
(Ruy, adoro você sempre. Não tenho passado aí por puro embaraço ou pra evitar embaraço, não sei… :-o( . Mas você é “the best”, querido. A Bizz não sabe o que fez a gente perder:-o( .Um beijo.)
******
BTW: Ah! sim, e também descobri (hoje tô fogo pra descobrir coisas)
Cria Cuervos é também o nome de um grupo anarco-feminista de mulheres(!) parisienses. .
Voilà: Jeanette – Yo sou rebelde

geschenk.jpg

Um presente para vocês. Espero que gostem. Eu adorei, pelos méritos próprios e também porque foi uma indicação do artista plástico, multimedia, ou seja ele é tudo:-): pintor, gravurista, fusionista, humorista, trocadilhista e tecladista, CLAUDIO BOCZON. E que, além do mais, necessário enfatizar , é de uma generosidade infinda – nesta selva umbiguista que é a tal da blogosfera -, sempre divulgando o trabalho dos colegas artistas que se não fosse por ele, demoraríamos a encontrar.
Orgulhosamente, por indicação de CLAUDIO BOCZON, com vocês, o o fantástico e talentoso cartunista…SOLDA CÁUSTiCA!!!!!.
________________________x______________________
UPDATE: Fui ver um presente que ganhei da MARI e não resisti. Que lindo! Parafraseando o InagakiSAN: não há milagre que Santo YouTube não faça:

Voilà:

Obrigada , Mari

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

20 Responses to CRÍA CUERVOS II (UPDATED)

  1. lulu says:

    saudades de belém!! deu até um ciuminho!! :)

    vi cria cuervos meio criança ainda, e essa experessão inteira me marcou bastante, sabe, dessas que se imprimem na gente e nos deixam impressionadas.
    anda estou chegando da viagem, essa sua cidade é muito forte, mexe com a gente.
    um beijo bem grande,
    Lu.
    =-=-=-=
    Lulu, não é por estar na sua presença cibernética;-))) mas você é uma pessoa muito especial. Viu La grande Bouffe, do Marco Ferreri, putzgrilo, puta filme, puta diretor e aquela atriz gorda e lindíssima a Andrea Ferreol na cena em que senta num bolo, que belo!…OMG!
    Viu os westerns de John Ford, fala sobre eles como ninguém (vou te deixar vermelha, mas vou dizer que o cara do Jornal do Brasil convidou você para escrever lá, pediu licença para publicar, uau!)
    E agora vem me dizer que viu Cría Cuervos!
    Gente, eu tò menos * imperativa* e muito mais *defrasada*, como dizia a secretára de uma amiga minha. A amiga reclamava do filho e ela, livrando a cara do moleque, dizia: “Sossegue, Dona Socrro, são frases! Isso passa!”
    Assim sou eu.
    Como eu faço pra saber se Cría Cuervos ou outros filmes desses a Lulu já viu e não comprometer minha idade hohoho
    Olhe, falndo em cinema, está um baita dum festival russo aí, não é? no Centro Cultural SP, e soube que ia passar “Quando voam as Cegonhas” que eu , apresso-me a dizer que só conheço de nome heheh, juro! e Ana Karenina, e alguns filmes do Eisenstein.
    Ate ia fazer um post.
    Meno male.
    Mas voltando: Cria Cuervos teve esse efeito sobre mim. Vi, mas não me lembro (ops) apenas alguns flashes e sempre da Ana Torrent. Agora é expresão, para dizer como os espanhóis: Qué fuerte! no?
    Take your time, babe. You deserve it.
    Você está no nosso coração e lembramos de você, a toda hora, em todos os lugares.

  2. Meg, assistí Cria Cuervos, numa época em que era moda, não gostei. Talvez não tivesse entendido a mensgem. Sou meio besta prá essas coisas. Tipo assim: todo mundo gosta? eu não gosto. Lendo você fiquei com vontade de reler o filme(isso mesmo reler).
    Agora, uma puxadinha de saco que ninguém é de ferro: gosto muito de você quando coloca esses posts assim, grandes, variados, cheios de referêncdias, de links, músicas que eu nunca ouví, gente de quem eu nunca ouví falar, outras que já ouví mas não lí. É uma aula para mim. Parece um professor que tive de elétrica. Prá falar de energia elétrica, volts e ampéres ele contava a história, revolução industrial, gás, telégrafo e telefone. No final da ula metia lá uma fórmula e arrematava: querem aprender a fazer uma ligão estrela/triânugulo? vão por aqui: P=E.I. Voce faz igualzinho a ele. Grande, mastra!
    Fique bem, Um beijo grande

  3. Maria Elisa says:

    Valter, muito obrigada. Sim, porque eu é que não vou recusar um elogio, dado de bom coração, né? hahahah
    Agora, quanto ao seu professor, tudo bem.
    Quanto a mim, é prolixidade mesmo e depois vou contar a vocês que fazer um texto curto, sintético, para mim é desespero desesperador. Hahaha.
    Isso é coisa para o Lord, para o Pai dele, para o avô, e também Hemingway. E agora você.:-)
    Sou ridicularizada por amigos, namorados, maridos e papagaios.
    Eles dizem, ou melhor diziam, que eu pra contar uma história era como viajar no Rio Amazonas e navegar pelos seus afluentes , tanto os da margem direita, quanto os da esquerda…
    Isso, bondade deles.(se bem que eu voltava direitinho para o ponto onde eu tinha parado para fazer a digressão)

    Agora, já ne me ouvem, dizem assim: OK, quando chegar ao fim, me chama.
    Hahaha
    Mas, sempre digo com um ar superior que, sendo prolixa, estou em muito boa companhia:
    Machado de Assis era e o meu a-do-ra-do HENRY JAMES era também, se bem que, nós, do Clube dos Prolixos, somos alvo de gozações ou de irritação.
    (Aliás dois dos meus livros preferidos são de Henry James. Recomendo…)
    beijos pra vc e Aninha.;-)

    Mas como tudo seu lado charmoso, eu não sou prolixa, eu sou é BARROCA!;-)

    E Cría Cuervos virou moda, foi?
    Pois olhe, merecidamente. Corra e vá ver. Hoje, agora, se possível. Quem avisa, amigo é.
    ;-)

    P.S: Não, querido, sinceramente não acho puxa-saquismo não, não: É que esse país virou um repositório de coisas ruins que JUSTAMENTE, A MODA É FALAR MAL;-) E aí também se patrulha as pessoas tanto quando elas falam mal como quando elas falam bem…Vá-se entender. Faltou-me agora uma citação do Barão de Itararé;-)

  4. Meguita, querida,
    Cria Cuervos. Faz tanto tempo que vi… Das poucas coisas que me lembro, ficou a beleza misteriosa da Geraldine. Vou ver se encontro em DVD.
    Beijo
    -=-=-
    A Mari – nossa Santa Mari – Oh maaaai gooooood! tomara que ela volte a escrever aqui, tomara que responda meus emails, agradeci imenso por ela ter nos trazido esse video do YouTube , Lord!
    O presente é tão, mas tão especial, que o video traz uma bela cena do filme!

    Vá ver, Lord
    beijos
    M

  5. Yvonne says:

    Meg, assisti Cria Cuervos na época e gostei demais. Os outros filmes que você mencionou, eu os vi também e gostei, em especial O sétimo selo. Depois que acabou a ditadura, parece que algumas pessoas perderam o rumo. Nunca mais vi nada do Carlos Saura que me tocasse a alma. Beijocas linda.

    =-=-=-=-=-=

    Minha linda, como diz o Milton, ou melhor , como irá dizer o Milton alí mais pra frente… Cría Cuervos é um dos meus filmes do coração.

    Carlos Saura está em plena atividade.
    Está tentando guardar para a Humanidade toda a riqueza da Espanha, da Catalunha e adjacências;-)

    um beijo, amore.
    Me perdoe por não ir até lá, por enquanto, sim?
    já já apareço
    Um beijo
    meguita

  6. Nelsinho says:

    Querida Meg,

    São neste exato momento 04:45, hora em que há mais chance de ter internet capaz de me deixar entrar nos comentários e eventualmente, comentar! Geralmente, escrevo o comentário, faço um copy e fico tentando à exaustão até que “vá para a conta”!! Não sei ainda o tempo que vou ficar aqui off shore desta vez…

    Obrigado pela força! Eu tenho “luas” mesmo!…Desgosto-me até do meu rosto no espelho; Por isso eu pergunto muitas vezes: “Será que tenho cura?!”…

    Aos 63, eu duvido! :) Preciso administrar melhor essas loucuras.

    Beijo

    PS: Geraldine é linda!

  7. Bom demais, esses dias, muito ocupada com visitas de amigos né?
    Isso é maravilhoso, poder conversar com amigos, sentir o carinho, logo, logo, serei eu que estarei por aí.
    Quero muito conhecer sua cidade, e não desisto fácil das coisas.
    Principalmente por que tenho motivo sério prá isso. Nunva havia pensado em ir à Belém, mas agora aí tem Meg, e isso não é pouca coisa não, é minha amiga que está lá, e prá lá ainda vou.
    Beijos minha linda, um lindo domingo.

  8. James says:

    É sempre muito bom ler um post da senhora.

    Um abraço.

  9. Boa lembrança essa do Cría Cuervos. Fez-me voltar no tempo e recuperar a emoção estética e, como dizer, os insights que o filme me causou. Vi e revi o filme, sempre com alguma descoberta nova: a gente muda e os pontos de vista são sempre outros: mutantes somos, ou já morremos.
    As referências a Belém estão me fazendo coçar de desejo de ir por aí… Sonhar não é condição para fazer? Aguarde-me.

  10. Alma says:

    Meg querida,

    Estou bem.
    Fui operada, cirurgia eletiva (cálculos na vesícula, ou melhor, três esmeraldas, além de correção de refluxo gastr-esofágico). Aos poucos vou começando a comer novamente. Está sendo uma experiência e tanto para mim.
    Bom, queria te contar que refiz meu blog de cuidados aliativos (nem sei se vc sabia que eu tinha um). Tem nome novo e endereço novo e queria que vc conhecesse. Vá lá quando puder e quiser:http://gnossiennes5.blogspot.com/

    Beijos e saúde para nós,
    Monica

    Alma querida
    AMEN!
    Que bom, que bom!
    E não sabia do blog, mas adorei entrar lá; musica do Satie, só você, mesmo, especialíssima.
    E adorei os votos. Preciso tanto…para nós todos, não é?

    beijo
    Meg

  11. Mari says:

    Olá, adoro Cria Cuervos e gostaria apenas de lembrar que a música tema do filme é Porque te vas .

    http://br.youtube.com/watch?v=25ckdkg1xCw

    =-=-=-=-=-=
    Mari,
    obrigada por lembrar.
    Realmente na ilustração (que é a capa do disco -hoje se chama a *soundtrack* ) que usei está o destaque para porque te vas.
    Um beijo

    Obrigadísima pelo youtube.;-)
    Meg

  12. Celia says:

    Que coisa mais linda.
    Esse filme tem em DVD?
    bj

  13. Maria Elisa says:

    Queridos todos.
    volto para responder aos poucos.
    Estou com visitas, |
    E MUITO TRABALHO |por enquanto.
    Mas morro de saudades e volto logo, assim que.
    Bejos
    Meg

  14. Clara says:

    Mas que coisa bonita!
    quando vim aqui da última vez não havia este vídeo!
    O post é bonito, mas o video valoriza demais.
    Um beiinho

  15. Magaly says:

    Lembro o cartaz imenso no melhor cinema anuunciando Cria Cuervos. Tinha que viajar. Perdi.Lembro também dos rumores que o filme causou, as críticas quentes e as menos instigantes.
    Vou reparar esta falha, vou atrás do DVD. Mas a música ficou. É linda, linda, linda. Senti demais porque não perdia um filme da bela Geraldine.

  16. Cría Cuervos está localizado bem no meu ventrículo esquerdo, que é onde coração bate mais forte. Um dos melhores filmes que já vi.

    (Se gosta de — ou a-do-ra — Bergman, te perdôo o Kurosawa. Até já estou achando aquele japa chatinho.)

    Bjs.

  17. Ah, eu tenho a trilha em compacto simples…

    Lembra?

    =-=-=-
    Claro, mas é claro…. gastei quase duas laudas para dizer isso em email para a MARI;-)
    Devo tê-la assustado.
    Não contava era com o YouTube que, agora é minha paixão.
    Beijos
    Meguita

  18. Meg,

    Assisti aos filmes do Saura, Kosta-Gravas, Kurosawa (adorei Dersu Uzala!), Woody Allen (a história de Zelig, o homem-camaleão, é genial!) qdo jovem, estudando em Campinas.

    Acho que descobri o que acontece com seus textos, qdo os leio: você fala/escreve rápido demais, fornecendo uma porção de informações e observações ao mesmo tempo, e eu, num gole só, tento absorvê-las… Haja fôlego!

    Preciso aprender a entrar no seu ritmo, ou desacelerá-lo, ao lê-la… Como vê, o problema é meu, não seu. Tenho de me adaptar.

    Bjo gde,
    Clé

    PS: Muito legal a gravação de Yo sou rebelde.

  19. Esqueci do Bergman em minha lista…

%d blogueiros gostam disto: