CRÍA CUERVOS… (e um R.I.P. para ACM)

Não poderia deixar de vir aqui e de algum modo dizer como eu me sinto em relação à tragédia que abala o país.
Abala? Bom , eu confesso que não entendi e nem quero entender: vejam por favor este vídeo aqui
Ou não sei se deveria dizer, não, não vejam, é pútrido. Obsceno, relembro aos meus poucos, mas maravilhosos leitores, significa “fora da cena“. É uma falta de pudor e de vergonha, ‘demais da conta’.

De toda a forma, tudo, mas tudo o que eu queria dizer está expresso na essência deste post de Lord Broken-Pottery , uma das poucas vozes lúcidas (SEM SENSACIONALISMO é bom acrescentar) , em toda, toda a blogosfera.
Só não posso deixar de acrescentar que o episódio das VAIAS ganhou muito mais destaque e as pessoas tiveram mais vontade, fôlego e entusiasmo para escrever, por exemplo, quando era a ocupação da Reitoria , a greve da USP, e quejandos, o que me deixa com algo atravessado na garganta.
Muito, mas muito estranho esse pessoal de blog, no qual me incluo, obviamente. Mas quando é para se meter na vida de pessoas, na vida íntima e particular das pessoas comuns, que pagam suas contas, sem pedir nada a ninguém, e cuidam de sua própria vida, coisas que, definitivamente , não lhe dizem respeito, ferem fundo e acorrem aos blogs que os acolhem, como farabundos.
Felizmente, Lord Broken-Pottery é sempre uma das raras exceções. Se quiserem saber o que penso, leiam-no.
=-=-=-=-=
No mais, Antonio Carlos Magalhães acaba de morrer (ou seria falecer, como mandam agora, os manuais?) e , sinceramente, espero que ele descanse em paz. O R.I.P. aqui não é protocolar.