Romy Schneider… e parabéns para Fernando Cals.

romy6schneider.jpg
25 anos depois de sua morte, Romy Schneider é capa da revista Der Spiegel e recebe homenagens durante toda a semana. Aqui ela está em pose especial para o grande arquiteto de universos: Fernando Cals!

Para saber mais. EVENE – completíssimo!//BIOSTAR c/ muitas fotos///BBC
-=-=-=-=-=
DÉDICACE:

Fernando, Fernandão(*):
companheiro tão justo , tão afeito e atento às nossas alegrias e tristezas… Uma das pessoas mais queridas, com quem tenho o orgulho de partilhar o estar nessa coisa que não sei identificar na mente que é o espaço da Internet . Fernando, tão presente nos momentos em que mais precisamos, quer para dividir e amainar tristezas, quer para partilhar e sublinhar alegrias.

Como é bom, você estar aqui, Fernando.
Como é bom ler você, como é bom saber que a qualquer momento posso ir até aí e rir com uma bronca sua no …você sabe quem:-) ou sorrir acompanhando sua torcida pelas vitórias do Mengão! (ou o inverso) ou rir das piadas que vc conta;-)
Saber, através de você, dos sucessos e das alegrias que lhe são proporcionados pelos filhos, pela maravilhosa família que tem e mostra para a gente… e chega até a fazer pensar, por momentos, que somos partes dela (lembra La Vieille Dame Indigne?). Olha, Fernando, vc arquiteta com sabedoria e inteligência, o espaço mais confortável e bonito desse louco, louco mundo.
No seu dia , Parabéns para você.
A foto aí acima, escolhi especialmente para você…
=-=-=-=-
Bom, deixa eu explicar uma coisa que adoro e de que rio muito, todos riem aqui em casa e nunca vou esquecer:
Certa vez, o Fernando Cals, que é o ser mais gentil e franco que se pode encontar, foi ao antigo Sub Rosa e escreveu um comentário num post. O post era um poema do Vinícius e a foto era da mararavilhosa e linda e delicada Jean Seberg. Eu estava triste, triste até não poder mais, mas ele fez, como sempre aqueles comentários brilhantes e leves e cheios de humor. Neste dia, particularmente o comentário tinha tudo o que era ótimo de se ouvir, no mood em que eu estava. Ora, não resisti e escrevi um email agradecendo a gentileza do Fernando , ainda mais especial por causa do momento que eu vivia. No final do email eu assinei: “Muito obrigada e um beijo da Meg, mas pode me chamar de Meguinha ou Meguita que é como os amigos me chamam.”

Prontamente, o Fernando respondeu (quer dizer dois dias depois que ele é arquiteto incomum e mantém escritório e blog especiais):
Meguinha?! Pois pode me chamar Fernandão!”
Hahahahah, eu morri de rir e desde então, dei-me conta de que sempre fui big fan, fã número 1 deste encantador Amigo, colega e Rei do Condomínio Brasil.

Fernando: Valeu! Parabéns! E tenho o maior orgulho quando você vem aqui. E muito mais, de saber que posso sempre contar, como sempre contei, com seu bom pensamento e boas palavras, a meu respeito. Isso apaga qualquer tristeza . Constrói toda a alegria.
E eu lhe sou muito devotada e agradecida por isso… Você é raro, precioso Amigo.
Toda a felicidade e todo o bem do mundo, saúde e muitos anos de vida!
Para você que é um grande arquiteto de Universos onde a gente se sente feliz e adora aí estar.


para vc que gosta das big bands… eu escolhi, the Voice e a orquetra de count basie:-)

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

7 Responses to Romy Schneider… e parabéns para Fernando Cals.

  1. Magaly says:

    Meg, aproveito aqui o seu espaço para deixar meus parabéns pra seu amigo Fernando, posso? Que as horas que restam deste dia lhe sejam prazerosas, bem alegres.
    A Rommy era muito lindinha e uma artista sensível. Vi alguns filmes dela. Morreu tão cedo, aos 44 anos, não foi isso?
    Obrigada pelo aviso. Amanhã verei House. Ontem eu vi O Jardineiro Fiel. Muito bom.
    Beijinhos.
    -=-=-=-=
    Não sei, Magalyn;-))), quantos anos ela tinha,, mas isso está em qualquer bio.
    O importante é que na acidentada (e movimentada) vida que levou, ela teve nos braços, aquele deus greco-francês que foi o Alain Delon:-)))
    OMG!
    Beijos

  2. Eduardo P.L. says:

    Meg, querida, muito bom e carinhoso seu post para o FERNANDÃO! hahaha!
    Bjs!

    =-=-=-=-
    Hahahaha,
    eu também gosto dessa história, porque me surpreendi com a resposta dele, muito legal, afinal.
    Beijos, querido.
    M.

  3. Meg, junto o meu abraço ao Fernando. Ele, meu padrinho-guru. Foi ele quem disse um dia em que desanimado eu quiz sair desse mundinho aqui: “Puta que se regenera e ex-blogueiro: imagens de ficção”. O que falar de um arquiteto desses?
    Abraço apertado pro Fernando,
    Um beijo para você
    ======
    Uau!!!!!!!!
    Que guru e que conselho sábio!
    Nossa, Valter, olhe na minha acidentada vida de… blogueira, posso confirmar isso, ou seja a segunda imagem hohoho.
    Estou com saudades de vc e de todos, mas vou escrever… particularmente a vcs. beije a Aninha por mim.
    Beijos
    meguita.

  4. Oi, Meguita querida,
    Feliz, felicíssimo, emocionado, emocionadíssimo, envaidecido, envaidecidíssimo, fiquei ao terminar de ler seu post.
    São essas amizades que a gente consegue tecer nessa Net, tão grande e preciosa, quanto, muitas vezes, mesquinha e minúscula, que fazem da vida da gente essa festa que eu procuro, procuramos, cara amiga, fazer da vida.
    Recebo esse seu post, como um dos maiores presentes que uma pessoa pode pretender.
    Depois, ao ouvir o Sinatra, voe alto e levitei.
    Beijos do admirador,
    fernando cals
    .
    .
    .
    RESPOSTA (emocionadíssima também:-)
    Nada a tenho a acrescentar.
    Só dizer da minha felicidade!
    Obrigada, obrigada, obrigada
    Se eu pudesse lhe dava a vitória do MENGÃO!!!!
    Um beijo, querido Fernando.
    Saúde e muitos anos de vida: porque é a VIDA que precisa de pessoas assim como você.
    meguinha:-)

  5. Se esquecer, Meg, desse plus, que é a Romy, maravilhosa!
    Outros beijos
    fernando cals

  6. Yvonne says:

    Meg, eu li sobre a trágica vida da Romy e senti uma imensa vontade de chorar. Como pode uma mulher tão linda e desejada ter tido uma vida tão horrível? Beijocas

  7. Yvonne querida:
    É …vc como sempre fazendo a gente pensar: Linda, desejada (o que é uma pessoa, homem ou mulher quer mais na vida do que ser desejado(a) – ou pelo menos não ser rejeitado/a, não é? Ser querida, como ela foi.
    Mas parece que beleza, riqueza, fama talento não foraam suficientes para fazer dela uma mulher eqüilibrada. E sei muito bem o que é não ´ser eqülibrada.
    Afoira isso, vem o lado puramente da opção, do arbítrio da forma como cada um conduz sua vida.
    De fato, é por isso que não se deve julgar ninguém… o que sabemos dos mecanismos , do que leva alguém a ser feliz ou infeliz, teno ou não condições que achamos necessa´rias para isso? Sabemos tão pouco, sabemos nada!.
    beijo, minha linda.
    Obrigada por me fazer pensar essas bobices… Eu gosto :-)

%d blogueiros gostam disto: