O dever do aluno é superar o professor (F. Nietzsche)

be

An angels smile is what you sell
You promise me heaven, then put me through hell
Chains of love got a hold on me
When passions a prison, you cant break free

Youre a loaded gun
Theres nowhere to run
No one can save me
The damage is done

Chorus:
Shot through the heart
And youre to blame
You give love a bad name
I play my part and you play your game
You give love a bad name
You give love a bad name

Paint your smile on your lips
Blood red nails on your fingertips
A school boys dream, you act so shy
Your very first kiss was your first kiss goodbye

Youre a loaded gun
Theres nowhere to run
No one can save me
The damage is done

First and foremost, I, Maria Elisa Guimaraes, (meu verdadeiro nome, não que eu tenha alguma vez tido outro nome, hohoho), confesso: eu assisto American Idol, (mas aposto que no Brasil inteiro, só eu assisto) fiquei apaixonada, até o fim dos meus dias pelo Blake , o que me torna mais uma Blake’s girl, a mais velha de todas pois tenho 375 anos, and my heart is utterly broken.
He didn’t won the contest but… who says life is fair? for lest we (ev’ryone) forget, here he’s better than B. J.
—-***—–

E fiz este post porque ninguém é de ferro. Period!

====

Outra coisa, já que estamos no minado tereno do showbusiness:o): Alguém viu o episódio de House ontem? Sabe o que é? Eu não consegui perceber ao certo se ele está mesmo ou não na rehab ? – Afinal ele continua subornando alguém para lhe dar o Vicodin?
Tô tão preocupada que fiquei insone, de novo. Juro. Agradeço a qualquer alma caridosa que me diga…a verdade. I’m tough. Beijos. Obrigada.

 

SPOILER

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

22 Responses to O dever do aluno é superar o professor (F. Nietzsche)

  1. Edson Junior Lain says:

    Adorei o post:)

  2. Uau!, Ed… nem vais acreditar se eu disser que vim aqui para retirar o post:-)

    Mas, sendo assim, ele fica!
    Obrigadíssima.
    beijão
    Meg

  3. Eduardo.P.L says:

    Meg, querida,

    tem gente me perguntado sobre a foto que vc me mandou ontem , e postei hoje. Não sei nada além do que me disse. Me perguntam: é pintura? É foto? Qual a tecnica? E tenho respondido que só você poderá responder. MIRRRRBeijoS!

  4. Eduardo, enviei as informações: são as duas coisas. Vou lá.
    beijos
    M.

  5. Clarice says:

    Meg, eu a-com-pa-nho American Idol desde as audições /o\ Mas não sou mais uma Blake’s girl, sorry ;)
    Quanto a House, pelo que entendi, rehab que nada, tá subornando alguém mesmo.

  6. Marcio says:

    Oi, Meg.
    Vi a temporada inteira de AI. O Blake é legal, mas torci pela Jordin desde a versão dela para “Give me one reason”, da Tracy Chapman.
    Quanto ao House, é isso aí, ele está na rehab e tem um fornecedor de Vicodin. Aliás, terça agora passa nos USA o episódio final da temporada (eu acompanho pelos torrents).
    Marcio

    Putz, Marcio, bad news, Apaixonada pelo Doc eu não queria enxergar a realidade que eu via, as always:-o(((. Brincadeirinha.
    Ah como eu faço pra acompanhar pelos torrents:-) Sou uma anta vc sabe.
    By the way, a qual temporada vc se refere? Li que nos USA,
    já terminou a terceira e que no último episódio ele tratava do Dr Stuart, o pai do ratinho Stuar Little. (Achei uma graça) . E que no final via-se que o endereço de House era o mesmo ou semelhante ao do Sherlock, a Baker Street…
    Verdade, não tomei Vicodin, não;-))

    Já quanto ao AI, eu realmente acho a Jordin muito boa, você tem razão, ela teve altos momentos, mas também teve alguns medíocres, como o próprio Ain’t a Prayer. Mas, no offense, eu acho ela muito banal, just*regular*( igual a a 500 mil outras)… e o Blake tem um diferencial de originalidade, e estive ouvindo repetidamente, todos os concerts, a voz é boa e com um belo alcance.
    Mas, pelo menos estamos “fazendo contato”, né, eu pensava que NINGUÉM assitia o AI e eu era um ser desprezível e solitário hahahahahah!!!!!! Absolutely freak! :-o)))))
    beijo, querido
    Aguardo instruções:-)))

  7. Grande Lady Clarissa Dalloway!!!!
    Infelizmente eu também não sou mais… embora todos saibam sou uma pessoa fiel, fidelíssima que o digam Benicio del Toro, Sean Penn e se não estou esquecendo mais algum, vem o primus inter pares, o maior que é o Clint Eastwood, as you know.

    Bom, eu perdi a aposta, quer dizer que o bom Doctor House, necas de pitibiriba com a rehab…
    Ok!!!!
    Esse cara drives me crazy e conhecendo-me como eu conheço, sempre fazendo escolhas erradíssimas, vou acabar me apixonando por ele hahah
    beijos, querida

  8. denise says:

    Ih, tô boiando aqui! Não vejo nada, não assisto a nada , e nada sei! Menina, ando num cansaço mental que só vendo!
    Puxa, teu comentário caiu no spam lá do wordpress. Aquilo lá tá virando uma coisa séria. Mas li e agradeço o carinho, viu minha linda!
    beijo, menina

    Puxa, Dê… que pena.
    Você sabia que os meus próprios comentários est~]ao indo para o Spam: excesso de zelo do Askimet

    Hahahah!

    Olhe, vc sabe que o carinho é grande e verdadeiro. Muito
    Beijos
    M.

  9. Marcio says:

    Oi, Meg

    Basicamente você tem que ter um software próprio pra isso, eu uso o BitTorrent há mais de ano e estou satisfeito:
    http://www.bittorrent.com/download

    Depois, há vários sites onde você pode baixar um arquivo pequenininho, que será automaticamente aberto pelo software e o download principal começará (enquanto que outros cpus world wide também baixam do que você já tem do arquivo em questão). Um episódio de House eu levo umas 6, 7 horas baixando, minha conexão é de um mega. O site principal é esse, zilhões de programas de TV: http://www.eztvefnet.org/. É organizado por data, mas cada série tem seu menu específico, é so procurar pelo House, e começar a baixar. Legendas eu pego de vez em quando nesse site – precisa registrar mas é simples e de graça: http://soseries.tv/

    Mas ó, tenho certeza que a terceira temporada não cabou não, é terça-feira agora. Esse último que você viu é aquele em que ele fala pro funcionário do rehab “you are a ray of sunshine in a cloudy day”, certo? Ri muito. Daí pra frente tem uns episódios meio ruinzinhos, um ou outro muito bom. Aliás, que achas do Tritter? Achei ele very cool.

  10. Marcio says:

    E o lance do número é verdade, acho que já apareceu em dois episódios (mas só reparei por que li isso aqui: http://www.housemd-guide.com/holmesian.php)

    Uau! Marcio, adorei..Meu dever de casa, agora! Obrigada
    E os torrents?
    Não esqueço uma pergunta:-)
    Beijos

  11. Marcio says:

    Agora, o que eu nunca consegui entender foi o que de tão bom assim o Simon viu na Melinda…

    Sabe que nem eu?
    Foi uma luta explicar isso aqui em casa. Explicar o que não entendi, diga-se.

  12. aninhapontes says:

    Vim só dar um beijinho, porque fazia alguns dias que não vinha te ver.
    Esfriou, e aí tenho que aproveitar e trabalhar mais um pouquinho.
    O Valter que o diga, sobra prá ele.
    Amor…me ajuda aqui. Amorr… vem cá um pouquinho por favor.
    Bom final de semana, e muitos beijos

    Aaaaah! mas até isso é gostoso, não é?
    Muitos, muitos beijos, querida.
    Meguita

  13. Meg,
    As séries americanas estão em alta, fazendo muito sucesso. Gosto mais das inglesas: The Royal; As Time Goes By; Absolutely Fabulous; Sorry; Murders In Suburbia (deve ter um monte de spelling errors). Muitas delas já não estão em cartaz. O que mais me atrai geralmente é a delicadeza da trama, a ambientação e, principalmente, o jeito de falar a língua.
    Beijo

    Querido Lord:
    Oh yeah, claro, claro, claríssimo.
    E a minha série inglesa *cult” , digamos assim, é a PRIME SUSPEST (sp?) com a fabulosa – aliás ab fab :-))) – Helen Mirror, que agora virou rainha, e confirmou que classe é classe, ela é ótima na telona e na telinha. Tenho certeza de que vc também é fã, mas esqueceu de mencionar.
    The Royal e As Time Goes By – não conheço. Mas ador as Ab Fab que infelizmente não passam mais – adoráveis, não perco Murder in Suburbia, e quando havia aquele canal FILMS&ARTS, eu não perdia nenhum episódio de um detetive, circunspecto e já não tão jovem, fantástico também. etceterrá E se ligar agotinha no canal 43 vai ver HEROES.
    Um beijão,

    Gente. pessoal e people;-), volto depois.

  14. Meg,
    Prime Suspect eu havia, é claro, esquecido. Também adorava. Uma hora dessas vou tentar ver Heroes. Hoje preciso criar vergonha na cara e ir trabalhar. Muita coisa para escrever. Ciao!
    Beijo

  15. Marcio says:

    eu postei um comment, parece que o sistema deu alguma zebra, aqui está aparecendo assim:
    # Marcio Says: Your comment is awaiting moderation.
    Maio 26th, 2007 at 2:57 am
    Oi, Meg
    Basicamente você tem que ter um software próprio pra isso, eu uso o BitTorrent há mais de ano e estou satisfeito:
    http://www.bittorrent.com/download
    Depois, há vários sites onde você pode baixar um arquivo pequenininho, que será automaticamente aberto pelo software e o download principal começará (enquanto que outros cpus world wide também baixam do que você já tem do arquivo em questão). Um episódio de House eu levo umas 6, 7 horas baixando, minha conexão é de um mega. O site principal é esse, zilhões de programas de TV: http://www.eztvefnet.org/. É organizado por data, mas cada série tem seu menu específico, é so procurar pelo House, e começar a baixar. Legendas eu pego de vez em quando nesse site – precisa registrar mas é simples e de graça: http://soseries.tv/
    Mas ó, tenho certeza que a terceira temporada não cabou não, é terça-feira agora. Esse último que você viu é aquele em que ele fala pro funcionário do rehab “you are a ray of sunshine in a cloudy day”, certo? Ri muito. Daí pra frente tem uns episódios meio ruinzinhos, um ou outro muito bom. Aliás, que achas do Tritter? Achei ele very cool.
    ==

    Ah~ho
    OMG!! estou meio dizzy, mas vou tentar tudinho seguindo tuas explicações.
    Yes, Yes, é esse mesmo: Words and Deeds. O julgamento foi bárbaro e a juíza simplesmente “da” best!
    A frase é delicious!
    Marcio , somos irmãos gêmeos embora eu tenha 315 anos:P
    Eu simplesmente a-do-rei o Tritter, achas que ele voltará em algum episódio, após deixar o tribunal daquela maneira esperando aí sim, realmente de forma very cool?
    Acho que não volta, não é?. O caso dele era dar uma lição no House, e deu no que deu;-)

  16. Marcio says:

    Meg, falei dos torrents de madrugada, o comentário está aparecendo aqui como “is awaiting moderation.” Postei de novo agora, e parece que esta dando o mesmo problema. Clica no meu nome, botei o comment no meu Stumble Upon.

    Ok, boss!
    ;-)

  17. Marcio says:

    Ah, e o pessoal do SU classifica meu site como pornográfico mas não é não, tá? é de família. :-)

    O-ba!!!!!;-)
    Ah, Marcio se for muito família , eu não quero;-))))))))))))
    Ligeiramente mac nasty;-))) é o ideal hahah
    Já vou colocar vc como amigo

    Ah! você sabia que se eu mesma comentar, meu coment vai classificado como spam por um tal de Askimet, que é bom para aqueles loucos robôs, mas tem excesso de zelo, com algums emails inocentes:-o(
    Vou dar uma olhadinha.
    Beijos
    Vou correndo pra lá e rcuperar meu SU e pedir para vc ser my frienda, OK?
    beijos.
    P.S Anyway, I love SU.

  18. Videoshowzeira ou showbusinesswoman, não importa: tens 18k de puro ouro. O showbusiness que se cuide!
    Off topic: Carlos Drummond de Andrade (“Alguma Poesia”, de 1930): “O poeta municipal / discute com o poeta estadual / qual deles é capaz de bater o poeta federal. / Enquanto isso o poeta federal / tira ouro do nariz”.
    [Poema: Política Federal]

    Obrigada, Claudio.
    Vou reler.
    Não atinava com a refer~encia a Bandeira.
    Um beijo, meu amigo lacanianao:-)

  19. James says:

    De fato.
    A ilustração é a xilogravura de Escher “Day and Night” de 1938.
    Já acrescentei o crédito (obrigado).
    Um abraço.

    Querido, achei linda e quis me *mostrar”…:-)
    beijos daquela… Mestra:-)

  20. Magaly says:

    Lendo esse comentários e suas respostas, Meg,vejo como estou longe desse mundo. Mas com uma televisão nova e de volta à Net, até que estou tentando me integrar ao mundo das séries.
    O pouco que vi de House já me deixou interessada. Aos poucos, vou mergulhando nesse universo.
    Também já estou mais lenta. Tenho os blogs, os e-mails, os comentários dos blogs de amigos, meus livros, minhas contas as coisas de casa, as visitas, os parentes, minha coluna complicada, a ginática por causa dela, enfim, é coisa pra super-mulher. Tadinha de sua amiga!
    Beijinhos.

    Minha querida, minha adorada Amiga: a mais fiel entre todos (sim, entre todos), isto se não for realmente a incomparável.
    Querida, sei que hoje nos falaremos por telefone e poderemos colocar em dia tudo que que passamos durante a semana.
    Mas vou logo deixando registrado aqui que quanto à sua programação social: ela faria *morrer* dura e preta de inveja, se viva fosse, a *Lady Di* hohoho.
    Carâmbolas , Magaly: Livros, visitas, parentes, uaaau!!! Se eu tivesse metade de sua energia, eu conquistava o mundo e estaria no livro do Graciliano Ramos: Alexandre e outros heróis:-)
    E *TAMBÉM* deixe-me dizer que você tem uma visão mágica: de fato HOUSE M.D. é uma série soberba! Só não dirá isso, quem não gostar do bom, ou quem tiver problemas com o excelente. Ou, obviamente, quem não tenha TV a cabo e mais o tempo disponível para assistí-la.
    E como, ah! como eu gostaria de compartilhar os comentários com você. De fato HOUSE, a par de ser feito como uma emulação de Sherlock Holmes do nosso bravo Sir Conan Doyle – ou , como outros atribuem a inspiração à Coluna de Diagnósticos, da página de Medicina do New York Times, mas na verdade, isso não é tão importante, apesar de um coisa não anular a outra, na verdade, mesmo, a série trata é da expressão-clichê: a condição humana.
    Onde as realidades superam a verdade. Onde a moral não precisa de uma Ética, onde um misantropo deixa um tribunal que vai decidir a sua vida, cassar ou não sua licensa , e desacatando o Juiz(a) abandona a Corte, para salvar a vida de um bombeiro, note: não de alguém endinheirado… mas de um bombeiro (fireman, porque aqui há outra acepção para “bombeiro*).
    E muitas outras coisas que são todas maravilhosas. Veja sim, darling, quando começar eu telefono pra vc, por ex. pedi , especialmente para você e vai passar daqui a pouco, às 18 horas no canal 43, Universal Channel, é reprise.;-)))
    Anyways, eu o adoro, amo o HOUSE porque ele é um ser dionisíaco, e como me identifico com ele, pois eu também não sou de ficar nas estreitezas do existente.
    Como disse João, um outro Guimarães, o Super Rosa:

    “E haverá outro modo de salvar-se?
    senão o de criar as próprias realidades?”

    Beijo carinhosíssimo
    Meguita.
    P.S. Tenho novidades, olha só, tipo assim, de “derrubar a cristaleira”:-)
    P.P.S. OK, tudo bem, mas do meu Blake você nem neris, nunca de núncaras, né? Tá bom.
    E já foi no Milton, dar-lhe os parabéns?: 4 anos de blog e 1 ano de mulheres exibidas;-))))


    PS infinito: O professor Idelber Avelar vai começar mais uma rodada de leitura compartilhada. Desta vez, é sobre JORGE LUÍS BORGES, pelo menos o Aleph… Bute, Magaly?

  21. Magaly says:

    Depois de escrever um bocado, decantando o tamanhão do seu comentário ao meu, dei com o indicador no lugar errado e perdi tudo. Vou ver se consigo reproduzir o que havia escrito.
    Perguntava se mereço tanto, embora me sinta eufórica com sua demonstração de carinho. E dizia que não se iluda com o que vc chama. de minha vida social. Minhas visitas restringem-se aos filhos, netos e duas amigas de antanho. E os familiares que vêm de Maceió de vez em quando. A prolongada doença do Téo me habituou a ficar mais em casa, adoro os meus cantinhos, além do fato de meu olhinho andar a ‘negar fogo’, o que me limita muito.
    Vou atrás do seu rastro pelo entusiasmo com o House. Pode indicar as séries que valem a pena. Seu aviso não me encontrou em casa. Tinha ido à casa de Clara pela chance de encontrá-la nem que fosse para vê-la preparando uma aula ou escrevendo uma palestra, ou ainda, fora do viés profissional, vê-la ao piano executando o dever de casa.
    Vou ao Mílton, ando em falta com ele, mas em dia com os downloads das peças musicais que ele manda. E dei uma olhadela ligeira no Biscoit Fino Finíssimo!
    Adorei tudo, Um beijo .

  22. Divulgação

    Um Blog ,dois livros!

    http://www.camaradachoco.blogspot.com

    “Camarada Choco”

    e

    “Camarada Choco 2”
    António Miguel Brochado de Miranda
    Papiro Editora

    Papelaria “Bulhosa” Oeiras Parque, Papelarias “Bulhosa”, FNAC ou http://www.livrosnet.com

    Tema: Haverá uma fronteira entre os Aparafusados e os Desaparafusados?”

    Filmes de Apresentação no “Youtube” em “Camarada Choco”

%d blogueiros gostam disto: