Importância e significado…

thinkingbloggerpf8.jpg

RECEBI do pintor, escultor, artista plástico, cultivador da arte experimental, conhecido e respeitado no Brasil e em outras terras, EDUARDO LUNARDELLI e que faz um trabalho admirável de congraçamento de blogs artísticos espalhados por diversos países, além d e despertar o que há de artístico em nós (vão olhar lá o caso Guga Alayon :-) , pois bem recebi dele um prêmio/indicação chamado Thinking Blogger Award.

Na hora fiquei louca de alegria e pensei coisas que vocês nem imaginam, todas referentes ao presente, claro está:-) e tratei de colocar , muito orgulhosa, o selo aí no sidebar e asseguro que para mim não foi nada fácil, ( lembram daquela história de doar meu cérebro para a NASA, junto com o do João Ubaldo Ribeiro, para estudarem o porquê de minha *antice cibernética*?, pois é!.

Mas o pior estava por vir: logo eu absolutamente louca por blogs etc etc etc… deveria escolher – solamente, just, seulement- cinco blogs, dentro do espírito do nome do prêmio?????!!!!!

Putz, putzgrilo! O primeiro que me ocorreu, confesso que foi o do Inagaki, por ter no título duas vezes referências ao pensamento, pensar enlouquece, pense nisso. Não faz sentido? E não é ele o dono do blog mais conhecido do Brasil? Ou seja, nem precisa ler o blog, só o título já coloca o leitor pensando… é ou não é? O link está aí nos meus favoritos.

Mas, julgando que todos já deveriam ter pensado o mesmo, fiz uma coisa que faço desde que comecei a blogar em 2001 (Ok, sei que estou sendo repetitiva, mas se a gente não ficar lembrando essas coisas boas, quem há de lembrar?) : pensei nos blogs que chegaram mais recentemente ou então os que fazem um trabalho mais ligado à Filosofia, Literatura e às Artes.

Escolhi, anunciei por email recebi as respostas confirmando, educadamente e algumas até alegremente-) Ueba!

Pour tout dire, eis aqui os blogs:

Lord Broken Pottery – conheci há pouco, o que lamento, e a-do-rei!!!!

Milton Ribeiro – ça va sans dire.

O meu jeito de ser – que é ótimo porque é onde eu vejo o lado prático da vida. E é lá que tomo consciência dele.

P.Q.P BACH – blog coletivo que, IMSHO, faz um trabalho árduo de polinização de cultura e beleza. Vão ver lá:-)

STURM UND DRUNG – ça va sans dire, aussi.

O Diário de Lulu – que – olha, realmente, seja abençoado quem teve a idéia dessa corrente do Thinking Blogger Award, pois não conhecer o blog dessa menina é não conhecer nada.

Ainda que por mais não fosse, basta dizer que quase morro do coração quando li na Lulu, um excerto, um fragmento do Cavaleiro inexistente, do Italo Calvino, logo eu que não conheço praticamente ninguém que tenha lido e cite a trilogia do Calvino (O Cavaleiro Inexistente; O Visconde Partido ao meio e o Barão Rompante) . Vejo muitas pessoas que só ouviram falar dele depois que morreu e só sabem que ele escreveu As Cidades Invisíveis…. o que não é mau, mas…;-)

Então, como diz o Lord… missão cumprida. Nada mais a falar.
A não ser reagradecer(?) ao Grão- Senhor de PIACABA em Ibiraquera: Obrigadíssima, Eduardo, conforme já disse a todos a quem convidei, não sei bem da importância para quem teve a idéia do Prêmio/Indicação e nem dos seus objetivos, tampouco (bela palavra, não?). Mas acho que no mundo as coisas têm o tamanho da nossa alma e
a altura de nosso pensamento.
Uma questão de Weltanschaung, certo?

P.S (post com P.S fica, assim, ah! meio que mais chique, não é?): E se vc estiver pensando: Mas a louca escolheu mais de cinco blogs, eu direi, sim…porque pensei, pensei e pra compensar que a Aninha e Denise foram bi-premiadas e abriram mão de escolher seus 10 blogs, eu pensei que podia. Posso, não?
Beijos a todos

x*x*x*x*x*x*x*x*x*x

Ah! e deixo aqui um link que realmente….

É sobre a fotógrafa Annie Leibovitz, a companheira de Susan Sontag:

‘Rock ‘n’ roll photographer’ comes of age.

Devo este link ao meu querido Nelson Porto, é o maior:-), simplesmente o máximo. Meu blog cult, por excelência.

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

16 Responses to Importância e significado…

  1. Paulo Lima says:

    Baixo perfil, não estimulo prêmios. Mas se é pra você tá ok. Essa é a ladeira da preguiça. Que ladeira é essa?
    Paulo

    Plima, vc já sabe que vou roubar todas as notícias do seu blog maravilhoso, não é?
    Não quero nem saber, vou sim.
    A luta da letra, certo?

  2. James says:

    Belas indicações.
    Um abraço.

  3. Obrigado pela indicação e, puxa vida, agora sim vou conhecer meus conhecer comparsas.

    Visitando….

    Beijos!

  4. Huahahahah!
    Plima,
    A RÚSSIA, penhorada, agradece!;-)
    Nem eu, que sou do tempo em que se amarrava cachorro com lingüiça e que adoro o senhor, poderia conceber prêmio correspondente ao seu profile. Embora, em Portugal, parece que existe um Oscar dos Blogs.
    Mas, olhe, querido amigo:
    1- Eu queria, mas queria muuuito, a sua opinião sobre as máquimas 24X7, juro. Está aí, dois posts abaixo.
    2- Está prometido: Lá pelo meio da semana coloco um post com texto que estou traduzindo (For Pete’s sake, vou colocar o original também). Não é Montalban, nem Garcia-Roza, mas é

    Jose Juan ARREOLA

    que vc conhece muito bem.
    n’est-ce pas?
    Um belo fim de semana para você.
    P.S (hohoho) O Fausto me abnadonou:-(. Isso num se faz, mas num se faz mesmo, Arnesto – como diz a música do… do… Paulo Vanzolini :-)))
    Beijão low profile. reiterando que vou amanhecxer com as novidades do seu blog.

  5. MIRTO,

    tu não tens mesmo jeito;-)))!
    COMPARSAS é maravilhoso, mais que bom, mais que ótimo!
    Hahazhah…. Modesto rapaz:-)))
    Tenho certeza de que vais gostar.
    Manda por mim, um abraço à Clara SCHUMANN, está bem? De quem sou big fan, de verdade, mesmo.

    ~.~.~.~.~.~.~.~.~

    JAMES, não é por estar na minha presença: -), como diz uma sobrinha minha, a Bianca, mas eu soube escolher, ah! isso soube.
    Beijos.

  6. Eduardo.P.L says:

    Meg, querida, você pergunta se pode? Você pode TUDO, uaí! Por que não?Gratíssimo pelas lindas palavras a respeito deste seu amigo, que já te prometeu obediência e ego surdo! Beijão. Quanto aos escolhidos eu já havia me manifestado. São de primeiríssima! Como não poderia ser diferente!

    EDUARDO, Grão Senhor de PIACABA:
    É assim mesmo que tem que ser;-)
    Obrigada.
    Vc já foi lá na Lulu?
    Estou louca para ver os indicados do Milton .
    Sabe o que mais: tán…tán. tánnnnnn:
    Isto fica é muito divertido…E eu até por motivos muito íntimos, sou devota da alegria, que é como diz Nietzsche, A FORÇA MAIOR!
    Obrigada e tiau!

  7. Meg, literalmente “escolhidos a dedo”, não?
    Olhe, os outros eu não sei. Mas o da Aninha, é uótimuu!
    Brincadeiras, à parte: todos da melhor qualidade, claro. E vc podia escolher dez, ficava ainda mais très-chiq, non?
    Un bezo

  8. Meg, aqui costumamos brincar, o Valter fazendo chacota com a Denise, dizendo que ela ainda “cora”.
    Bom, agora quem ficou aqui corada fui eu. Você sabe,eu sou meio caipirinha ainda. (Acho que vou ser assim prá sempre).
    Mas sinceramente, fiquei muito feliz com sua indicação, falo de coisas be,m simples né? Só que reais, e que conheço bem.
    Um beijo querida.

  9. Valter,
    A discussão aqui na minha casa oferece teses contraditórias, claro:-)))
    Eu acho que escolher só cinco é barra, e que dá uma dor escolher um e não escolher outro.
    Já ooooutra pessoa diz que, ao contrário, escolher 10 é pior, pois aí o argumento é que quem escolhe 10 tem um er.. digamos, leque de opções maior.
    Por dúvida das vias:-) eu fiquei no limite de 5 mais um:-)
    Fico très-chiquerésima assim:-)
    Uh lalá:-)
    Aninha:
    O Valter fez um excelente trocadilho:-) Eu vi e adorei:-)
    Como eu disse, aqui em casa e no blog, vc tem sempre a interpretação precisa, o que, vamos e venhamos, não é lá muito simples assim, não.
    Daí o seu mérito.
    Beijos, querida, procê também.

  10. Meg, o Milton eu conheço, você sabe, agora, quanto aos outros indicados, chega de vírgulas, vou lá conhecer já já.

    Grande Rafael:-)))

    É assimmesmo que se fala e melhor se age.
    Como estão os planos?
    beijos, guri
    Meg

  11. Magaly says:

    Oh! Minha querida, nada mais justo, nada mais coerente – o reconhecimento de seu valor.
    Você sabe instigar os circunstantes a pensar, a elaborar raciocínos, a debater assuntos correntes, a interagir, até a filosofar.
    Nunca um selo na esfera dos blogs esteve em mãos mais competentes.
    Ostente-o em seu blog com orgulho e convicção. Estou aqui para aplaudir, incentivar, dar o meu apoio, parabrnizá-la.
    Um beijo de festa, de alegria, de amizade.

    Magaly querida
    ;-)))))))))
    O Milton vai dizer que eu encomendei essas palavras pra você dizer aqui.
    Hohojho
    Olha, falando sério, Maga, vc é que devce voltar loguinho, loguinho, pois estamos todos sentindo a sua falta e além do mais PRECISAMOS de você. Todos vão adorá-la!
    Meggy

  12. nelson says:

    Nada de selo ou selinho, voce é Meguita do beijo na boca, prolongado por essas grandezas passionais que atraem a tantos..
    Parabéns e beijos!!!
    (esse negocio de nome de rua não ta com nada, ainda bem em vida recebi a melhor homenagem)

    Ei, ei, ei!
    Como é que apareceu este comentário aqui? Pensei que você tinha mandado em email só pra mim:-))?
    E até respondi.
    Putzgrilo, Nelson, eu até que não gosto de “pequenezas” (iiirrrkkk!) tô fugindo de gente pequena, e gosto mesmo de coisas grandes , se possível com grand fuinale com jeito de happy end, mas querido, olha, querido, dessa vez eu não tive culpa e nem tive a menor intenção de ser grande. O cara é … era… bom, deixa pra lá.

    Nome de rua, né?… eu também… dizem que o Mario de Andrade não sabia quem era o cara que dava nome à rua que ele morava: Mariz e Barros:-)) Você definitivamente tem toda a razão: vida e em vida é muuito melhor.

    Beijo não-prolongado, porque as crianças estão olhando:-)
    Meguita

  13. peri s.c. says:

    Meg, Calvino, eu li .
    Quase tudo e quase leitura integral.
    ( ah , ah, minha professora de italiano disse que não podia mais ouvir falar nele, tantos os trabalhos e leituras obrigatórias que foi obrigada na escola, lá na Itália)
    bjs.

    Hahaha, ah Peri, o negócio é o seguinte, (como dizia um cômico brasileiro que existia quando nem eu nem você éramos nascidos, o Zé Trindade(*):
    O Italo Calvino que não era italiano, mas sim cubano e depois virou cidadão italiano – ela disse isso, certo? – escreveu muito, era um autor prolífico e como acontece com escritores assim, ele escreveu muita coisa ruim.
    E veio a ser conhecido no Brasil, apenas depois da sua morte.
    Por circunstâncias especiais da minha vida ou da biblioteca de alguém especial na minha vida, eu tive acesso a esta trilogia que foi editada pelo Ênio Silveira, da Civilização Brasileira.
    Pois bem, quando Calvino morreu no acidente ao se dirigir para os USA, levando consigo “As seis propostas para o próximo milênio”, que ainda iriam ser discutidas, os jornais e os suplementos culturais de jornais ficaram realmente baratinados.
    Ainda tentaram vender As seis propostas editadas como livro, mas não pegou. Não “pegou” mesmo.
    Aí foi o que vc já deve saber: A trilogia estava esgotada e ele tinha um inédito: As Cidades Invisíveis.
    Virou uma coqueluche e toca-lhe a incensar o Calvino, e ainda mais a viúva que fez o que muita gente *NÃO* faz, que é publicar textos de um escritor falecido, antes de rever os originais.
    Aí deu-se a melódia. Ah como eu entendo a sua professora. Ela está coberta de razão. Salvam-se do Calvino, além da trilogia, o magnífico “Se um viajante numa noite de inverno“, mas que é um livro quase que criptografado;-) , que exige cuidado e rigor ao ler, e as Cidades Invisíveis.
    Ler mais do que isso, e olhe que sou comedida para dizer algo ruim, sempre prefiro realçar o bom de tudo – então ler mais do que isso foi um pouco de “sadismo repassado” da sua professora.
    Eu acho:-))))
    Mas você gostou do que leu ou também achou “cansativo” digamos assim?
    beijão

    (*) Ah o Zé Trindade era do tempo do Carlos Zéfiro (private joke);-))

  14. gugala says:

    calvino é de deixar careca.

  15. gugala says:

    MarEli g., envaidecido pela citação do meu nome.
    bj

  16. Pingback: olha só... duplo, com gelo, puro malte.: Diário da Lulu

%d blogueiros gostam disto: