(PRO)LER, LEITURA, INCENTIVO À LEITURA – (I)

Yo, people: muita atenção!
Este post diz respeito à leitura e ao que se chama de incentivo à leitura que é o que existe bastante, mas carece de maior divulgação. Por favor, quem puder que reproduza. Obrigada!
———

PROLER / Casa da Leitura
Programação de ABRIL / 2007 – Evento
Convite à Leitura, com Moacyr Scliar
Dia 12 de Abril, QUINTA-FEIRA, às 18h.
Entrada Franca
O PROLER/CASA DA LEITURA, da Biblioteca Nacional e do MINC promovem, sempre e regularmente, encontros onde personalidades do livro e da cultura nacional lerão seus autores favoritos para o público presente. Em abril o convidado é escritor gaúcho Moacyr Scliar. Ele fará uma seleção de seus textos prediletos.
E após a leitura, o autor contará sobre a importância dos livros para a sua formação
Logo após, haverá a sessão de autógrafos de seu livro:
O TEXTO. OU: A VIDA (atentem para a pontuação desse título)

A Casa da Leitura fica no agradabilíssimo bairro de Laranjeiras (onde Nelson Rodrigues morou algum tempo de sua vida ; que chique e o que são os fados, não é?) no seguinte endereço: Rua Pereira da Silva 86 – Laranjeiras- Rio de Janeiro-RJ

linha07.gif

Mas não é só isso:
Aqui eu chamo a atenção para o que de fato está ligado ao título deste post, e o que carece de divulgação, pois é feito e muito por várias instituições:

CURSO: Leitura e Interpretação de Textos para Jovens

Encontros informais de leitura onde o jovem poderá descobrir formas novas e criativas de percepção de autores atuais e clássicos da literatura brasileira e universal.
Profa. Ângela Dias – Mestre em Letras pela UFRJ. Professora de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no CEAT – Colégio Anísio Teixeira.
Período: dias 12, 19 e 26 de Abril e 03 de Maio – sempre às quintas-feiras. Este curso terá duração de dois meses.
Horário: das 15h às 17h

Este é o meu primeiro chamado. Era para isso que eu queria chamar a atenção.

Há mais cursos, que obviamente são pagos . Mas este é a menina dos meus olhos, porque eu me preocupo muito que vivamos em uma terra onde – na política – cunhou-se a expressão: “tudo acaba em pizza” .. Já na vida, em praticamente todas as suas segmentações tenho observado que “tudo acaba em livro“.
Todo mundo suspeita, imagina, acha e até acredita que sabe escrever. E muitas vezes com relativa facilidade até… publica.
Não admira, então a imensidão do que se chama de analfabetos funcionais
A ESCRITA deve caminhar pari passum com a LEITURA. A banalização e o facilitário de uma implica praticamente a anulação, a forma defeituosa da segunda.
Se não há boa escrita o resultado será péssima leitura.
Se o ESCREVER é banalizado, a LEITURA ficará irremediavelmente comprometida.
E você, o que acha?
======
UPDATE:
Bem, a Aninha que sempre prestigia atentamente comentou. Perfeito, as usual, Aninha
Imediatamente veio a Lulu -pela primeira vez , thx- comentou e eu fui imediatamente para lá. Foi um tesouro o que achei , acho que dispensarei os 3 posts. Leiam, por favor.
E aproveito para colocar aqui os links para os artigos do ALEX CASTRO, esse rapaz bacana e tão livre, libérrimo – que sabe que eu o admiro ;-) e o do Raphael Galvão, que , aliás, Pater pecavit, não sei como não estava em meus FAVORITOS:
Vale dizer que a Lulu o escreveu agora em março, no início de março. Portanto , além de parabenizá-la, de desejar que se discutam muito essas idéias, pedir a blogs importantes (quero dizer, não que tenham milhões de leitores, mas que tenham leitores qualificados, eu sei do que falo hohoho) – louvo a sincronicidade. Os gregos tem uma palavra belíssima para “isso”.
E “isso” pode ser provado pela experiência levada a efeito pela professora DENISE RANGEL, com seu projeto RODA DE LEITURA

Conheçam-se, unam-se, discutam… as idéias como estas não podem morrer, e antes que alguns aventureiros lancem mão, quero ressaltar aquilo que os Gregos chamavam de Kairós , a experiência temporal, do momento certo, oportuno.
Este é o isso. (Kairós) Vamos deixar o Jung em paz, um pouquinho.:-)
É conosco, é com voces, é com cada um!

linha07.gif

BLOGS/TEXTOS::
1- RAFAEL GALVÃO sobre o assunto Leitura de qualidade e sub-leitura
2- ALEX CASTRO (Liberal, Libertino, Libertário)

3- E o da Lulu, que é professora do Ensino Médio, e que fez esse “Manifesto pelo direito de alunos leitores e não leitores.
4- ERY ROBERTO – LER DEVIA SER PROIBIDO
5- ALEX CASTRO – INCENTIVANDO A LEITURA
(Obrigadíssima, Alex! Excelente) O humor é sempre didático ou pedagógico- ;-))))

E ESTE TEXTO É IMPERDÍVEL!!!!!!!!

A BIBLIOTECA ALHEIA – no Diário…