Shkspr e os clichés

Todos os que me conhecem um tiquinho mais… sabem da minha loucura…por Shakespeare e a mais absolutamente perfeita de suas obras: HAMLET, a tragédia insuperável até hoje.

(Aquela que justifica a famosa piada (joke) do rapaz que ao sair de uma apresentação da peça, disse aos colegas:

Não sei porque dizem que essa é a melhor obra de Shakespeare…nem sequer é boa: Está toda cheia de clichés”

Encontrei uma página , não deve ser novidade para ninguém, com os touchstones das diferentes obras (tragédias, comédias e os magníficos sonetos) do bardo.

Para cada situação – humana ou desumana – Shakespeare, SEMPRE teve alguma coisa a dizer que permanece transformando nossa compreensão através da vida.

Esta página, faute de mieux, é uma das minhas preferidíssimas. Dos meus preferidíssimos clichés;-)

The Shakespeare Book of Lists

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

5 Responses to Shkspr e os clichés

  1. Anna Barbara says:

    “I were but little happy, if I could say how much” Much Ado About Nothing ;-)))

  2. Anna Barbara says:

    (“Pequena seria a minha felicidade, se eu pudesse dizer o quanto ela é grande” – Muito Barulho por Nada, na fala de Claudio, Ato II, Cena I Tradução pra todo mundo – exceto a Meg – que não entendemos o Inglês shakespeariano ;-))

  3. nora borges says:

    Guardei o endereço. Vou visitá-lo

  4. flabbergasted2 says:

    Minha Anna: imagine se é para mim;-)

    Mas a gente faz que é e com isso você me ajuda a fazer do Sub Rosa tão interessante, rico e culto como sempre é o Despropósitos.

    Obrigada, minha linda!

    Meg

  5. Magaly says:

    Que achado, Meg! Vou tentar explorar.
    Você e essas surpresas saborosas.

%d blogueiros gostam disto: