APRENDER A ESTUDAR – J. C Ary dos Santos

APRENDER A ESTUDAR

aprender.jpg

Estudar é muito importante, mas pode-se estudar de várias maneiras…
Muitas vezes estudar não é só aprender o que vem nos livros.

Estudar não é só ler nos livros que há nas escolas.
É também aprender a ser livres, sem ideias tolas.
Ler um livro é muito importante, às vezes, urgente.
Mas os livros não são o bastante para a gente ser gente.
É preciso aprender a escrever, mas também a viver, mas
também a sonhar.
É preciso aprender a crescer, aprender a estudar.
Aprender a crescer quer dizer:
aprender a estudar, a conhecer os outros, a ajudar os outros, a viver com os outros.
E quem aprende a viver com os outros aprende sempre a viver bem consigo próprio.
Não merecer um castigo é estudar.
Estar contente consigo é estudar.
Aprender a terra, aprender o trigo e ter um amigo também é estudar.
Estudar também é repartir, também é saber dar o que a gente souber dividir para multiplicar.
Estudar é escrever um ditado sem ninguém nos ditar;
e se um erro nos for apontado é sabê-lo emendar.
É preciso, em vez de um tinteiro, ter uma cabeça que saiba pensar, pois, na escola da vida, primeiro está saber estudar.
Contar todas as papoilas de um trigal é a mais linda conta que se pode fazer.
Dizer apenas música, quando se ouve um pássaro, pode ser a mais bela redacção do mundo…

………..Estudar é muito
……………..mas pensar é tudo!

J. C. Ary dos Santos- (7 /12/1937-18 /1/ 1984 Lisboa)

Este poema de que gosto muito -se é que posso dedicar, digamos que possa, embora ache que não- é para você, Cat.

Da # 2;-)))

Ilustração – presente (cadeau) de mon amie-fée-amie A. com descrição especialíssima do filme L’année où mes parents sont partis en vacances, ça veut dire: O ano em que meus pais saíram de férias de Cao Hamburger. Desnecessário dizer que isso muda completamente o filme. E quem disse que havia melhor para o poema?. Mercis et mercis, je t’adore! Uh la la! Chic alors!

*******

O poema parece – apenas parece – tosco e trivial , porém – ledo ivo engano – tem sua dose certa de profundidade. A eficácia do simples.

Sobre sub rosa
The most of all things and persons in the entire world drives me *flabbergasted". That includes me.

7 Responses to APRENDER A ESTUDAR – J. C Ary dos Santos

  1. Edson Junior disse:

    belíssimo o poema. o simples é sempre mais eficaz, seu efeito é sempre superior.

    olá, querida. como vão as coisas por aqui? um bom ano pra você, ainda que atrasadíssimo. abraço.

  2. Ery Roberto disse:

    Meg, mas que criatura “porreta” esse J. C. Ary dos Santos!!

    Ah! Tem um verso esplêndido: “E quem aprende a viver com os outros aprende sempre a viver bem consigo próprio.”

    Que singeleza, que maravilha, viu!! Vou aprender a estudar mais (e melhor) esses poetas portugueses.

    Deixei um comentário ali no post anterior e tem uma notícia pra você. Mandei e-mail.

    Beijo grande.

  3. Eduardo disse:

    Meg,

    PARABÉNS pelo mais que MERECIDO PRÊMIO dado pelo INFINITO PASITIVO pela sua ANTOLÓGICA postagem.
    Como disse lá no Ery acompanhei atentamente o texto e comentários, sem coragem de palpitar, tal o nível do papo!
    Com este pos agora, VOU continuar ESTUDANDO para um dia, quem sabe, poder estar à altura dessas tertulhas literárias!

    Bjs do amigo

  4. palpi disse:

    MegLee, você não recebe prêmio. Vc é o prêmio!
    Putz! Vir aqui é muito mais do que ir em qualquer escola. A gente aprende muito, muito mesmo, com vc e com seus amigos.
    Eu, ao contrário do Eduardo, palpito sem medo, não me envergonho de ser ignorante. É até bom que eu seja, porque é justamente ela, minha ignorância, que me permite aprender com todos vocês, maravilhosos.
    Obrigada.
    E não suma por muito tempo, porque faz uma falta danada.
    Beijo, caríssima!

  5. Guilherme Lima disse:

    Meg…
    Putss..tenho problemas para estudar…pois quando pego um livro ou algo assim pra estudar não consigo ficar um poco só estudando…mas não imaginei que encontraria uma coisa tão interesante esse poema…agora percebo que estudar não é um dever mais sim um previlegio..nunca se interesei em estudar mais lendo esse poema .. me deu inspiração… Obrigado pela inspiração =]

    Abraços

  6. João Francisco disse:

    O que eu não dava para ter este fantástico poema musicado (existe por Fernando Tordo, só que ninguém o tem)… que pena…

    joaofranciscosilva@sapo.pt

    =-=-=-=-=-=
    Salve, João Francisco

    Este é um dos poemas mais belos que tenho em minha vida, em minha mente…
    Agora que diz que foi musicado, eu não sabia… deve ser essa maravilha mesmo.
    Volte sempre
    Um abraço

  7. pedro disse:

    Eu queria como expor as minhas razoes por escolher um poema destes so que eu nao consigo fazer eu nao tenho memoria sofisiente por que eu sou dificiente! ajudem-me perciso de uma resposta daki a 5 minutos ajudem-me

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 202 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: